Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

Coordenadoria de Diversidades e Comunidades tradicionais realiza ação no Calçadão, alusiva a 13 de Maio

Celebrando o Dia de Pretos Velhos, a Coordenadoria de Diversidades e Comunidades Tradicionais realizou exposição com imagem de casal de Pretos Velhos e distribuição de Axé no Calçadão de Canoas, durante o Dia de hoje.

Quando se fala em preto-velho, estamos falando de uma grande linha, ou seja, uma grande faixa vibratória onde espíritos afins se “encaixam” para cumprirem sua missão.

Esses espíritos foram escravos e negros africanos que não chegaram a ser escravos. Constam também dessa linha espíritos que não foram escravos nem negros africanos, mais que por afinidade escolheram a Umbanda para cumprirem sua missão.
O termo “Velho”, “Vovô” e “Vovó” é para sinalizar sua experiência, pois quando pensamos em alguém mais velho, como um vovô ou uma vovó subentendemos que essa pessoa já tenha vivido muito mais tempo.
Adquirindo assim mais coisas para contar e passar, principalmente essa mesma pessoa já viveu o suficiente para ter aprendido a ter paciência, compreensão, menos ansiedade para a vida.
É baseado nesses fatores que as pessoas mais velhas aconselham.
No mundo espiritual é bastante semelhante.
A grande característica dessa linha é o conselho.
É devido a esse fator que carinhosamente dissemos que são os “Psicólogos da Umbanda”.
Suas vestimentas e apetrechos são bem simples, não necessitam de muitos artifícios para trabalhar, necessitam apenas contar com a atenção e a concentração do seu médium durante a consulta.
Usam cachimbo, lenços, toalhas e as vezes fumo de rolo e cigarro de palha.
Sua forma de incorporação é compacta, sem dançar ou pular muito.
A vibração começa com um “peso” nas costas e uma inclinação de tronco para frente, e os pés fixados no chão.
Se locomovem apenas quando incorporam para as saudações necessárias (atabaque, conga e Babá) e depois sentam e praticam sua caridade.
Podemos encontrar alguns que se mantém em pé.
É possível ver Preto-Velhos dançando, mais esse dançando é sutil, apenas com movimentos dos ombros ou quando sentados, com as pernas.
Essa simplicidade se expande, tanto na sua maneira de ser e de falar.
Usam vocabulário simples, sem palavras rebuscadas.
Sua maneira carregada de falar é para dar ideia de antiguidade.
Além disso os Preto-Velhos nos ajudam a enxergar que a prática da caridade, é vital para nossa evolução espiritual.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Secretaria da Saúde e empresa de consultoria lançam campanha para incentivar doação de sangue

Em parceria, a Secretaria Estadual da Saúde (SES) e a empresa Otelio Consultoria lançaram a campanha de doação de sangue Doar é Viver para i...