Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

Balaústre 67

Trata-se da ata da loja maçônica Philantropia e Liberdade, deliberando sobre a tomada de Porto Alegre durante a revolução Farroupilha, estou mantendo o texto conforme tenho conhecimento, não alterando as abreviaturas maçônicas que se encontram escritas e nem as traduzindo.
Aos 18 dias do mês de setembro de 1835 da E.V.: , e 5835 da V.: L.: , reunidos em sua sede , sita á Rua da Igreja , n 67 , em lugar claríssimo , forte e terrível aos tiranos , situado abaixo da abobada celeste do zênite , aos 30 Sul e 5 de latitude da América Brasileira , ao vale de Porto Alegre , Província de São Pedro do Rio Grande , nas dependências do gabinete de leituras onde funciona a Loj.:Maç.:PHILANTROPIA E LIBERDADE, com o fim de especificamente , traçarem as metas finais para o inicio do movimento revolucionário com que seus integrantes pretendem resgatar os brios , os direitos e dignidade do povo Riograndense.
A sessão foi aberta pelo Ven.: Mestre Ir.:Bento Gonçalves da Silva. Registre-se a bem da verdade, ainda as presenças dos IIr.:José mariano de Matos, ex Ven.: Mestre José Gomes de Vasconcellos Jardim, Pedro Boticario, Vicente da Fontoura , Paulino da Fontoura , Antonio de Souza Netto e Domingos José de Alemeida , o qual serviu como secretário e lavrou a presente ata . Logo de inicio o Ven.: Mestre, depois de tecer breves considerações sobre os motivos da presente reunião de carater extraordinário, informou a seus pares que o movimento estava prestes a ser desencadeado.
A data escolhida é o dia vinte de setembro do corrente, isto é, depois de amanhã . Nesta data, todos nós , em nome do Rio Grande do Sul , nos levantaremos em luta contra o imperialismo
que reina no país . Na ocasião, ficou acertada a tomada da capital pelas tropas do IIR.: Vasconcellos Jardim e Onofre Pires, que deverão se deslocar desde a localidade de Pedras Brancas, quando avisados.Tanto Vasconcellos Jardim quanto Onofre Pires, ao serem informados responderam que estariam a postos aguardando o momento para agirem. Também se fez ouvir o nobre Ir.: Vicente da Fontoura, que sugeriu o máximo cuidado, pois certamente, o Presidente Braga seria avisado do movimento.
O Tronco de Beneficência fez a sua circulação e rendeu a medalha cunhada de 421$000, contados pelo Ir.: Tes.: Pedro Boticário. Por proposição do IIr.: José Mariano de Matos, o Tronco de Beneficência foi destinado a compra de uma Carta de Alforria de um escravo de meia idade, no valor de 350$000 , proposta aceita por unanimidade.
Foi realizada poderosa Cadeia de União pela justiça e grandeza da causa, pois em nome do povo Riograndense , lutariam pela Liberdade , Igualdade , e Humanidade , pediam a força e proteção do G.:A.D.:U.: para todos os Ir.: e seus companheiros que iriam participar das contendas . Já eram altas horas da madrugada quando os trabalhos foram encerrados, afirmando o Ven.: Mestre que todos deveriam confiar nas LL.: do G.:A.D.:U.: e , como ninguém mais quisesse fazer uso da palavra , foram encerrados os trabalhos , do que eu , Domingos José de Almeida , Secretário , tracei o presente Balaústre , a fim de que a história , através dos tempos , possa registrar que um grupo de maçons , homens livres e de bom costumes , empenhou-se com o risco da própria vida , em restabelecer o reconhecimento dos direitos desta abençoada terra , berço de grandes homens , localizada no extremos Sul de nossa querida Pátria.
Oriente de Porto Alegre, aos dezoito dias do mês de setembro de 1835 da E.V.: , 18 dia do sexto mês Tirsi da V.:L.: do ano de 5835.

Irmão Domingos José de Almeida
Secretário.

Expandida a Chama Crioula na 12 Região Tradicionalista

Ocorreu na noite de ontem na sede Campestre da ASMC em Nova Santa Rita a Cerimônia de Expansão da Chama Crioula 2019 da 12ª RT,os  municípios de Canoas,Esteio,Sapucaia, S.Leopoldo e Nova Sta.Rita,receberam a centelha da Chama Crioula vinda a casco de cavalo de Tenente Portela, foram 620 km percorridos em 28 dias.
Os cavalarianos que conduziram a Chama foram agraciados com Troféus e diplomas pela participação.
No local ocorreu também pelo Coordenador Fabiano Vencato e Conselheiro Fiscal do MTG/RS Firmo Farias dos Santos,o descerramento de placa comemorativa a permanência e guarda da Chama.

Suspenso atendimentos médicos no HNSG

Através de um comunicado  afixado na entrada o Hospital Nossa Senhora das Graças  informa que está novamente com super lotação em todas as suas unidades e que vai haver restrição completa dos serviços.

NOTIFICAÇÃO :
Notificamos através deste a Restrição Completa dos Serviços Médicos no HOSPITAL NOSSA SENHORA DAS GRAÇAS devido à superlotação de todas as unidades hospitalares e a insuficiência de condições para receber mais pacientes e para que se possa garantir o bom atendimento aos que já se encontram na Unidade.
No momento não dispomos de ventiladores, macas, monitores e oxigênio terapia SUFICIENTES para atender MAIS pacientes graves. Estaremos fazendo todo esforço para que tão logo a situação se normalize retomemos os atendimentos como de hábito.
Informamos ainda ao SAMU a impossibilidade momentânea de receber qualquer paciente neste período.

Dr. Marco Antônio Figueiró
Diretor Técnico
Dr. Emmanuel Bonazina
Gestor Operacional

183 anos de Proclamação da República Rio Grandense

Proclamação da República Rio Grandense:
"Bravos companheiros da 1ª Brigada de Cavalaria!
Ontem obtivestes o mais completo triunfo sobre os escravos da Corte do Rio de Janeiro, a qual, invejosa das vantagens locais de nossa província, faz derramar sem piedade o sangue de nossos compatriotas, para deste modo fazê-la presa de suas vistas ambiciosas. Miseráveis! Todas as vezes que seus vis satélites se têm apresentado diante das forças livres, têm sucumbido, sem que este fatal desengano os faça desistir de seus planos infernais.
São sem número as injustiças feitas pelo Governo. Seu despotismo é o mais atroz. E sofreremos calados tanta infâmia? Não, nossos companheiros, os rio-grandenses, estão dispostos, como nós, a não sofrer por mais tempo a prepotência de um governo tirânico, arbitrário e cruel, como o atual. Em todos os ângulos da província não soa outro eco que o de independência, república, liberdade ou morte. Este eco, majestoso, que tão constantemente repetis, como uma parte deste solo de homens livres, me faz declarar que proclamemos a nossa independência provincial, para o que nos dão bastante direito nossos trabalhos pela liberdade, e o triunfo que ontem obtivemos, sobre esses miseráveis escravos do poder absoluto.
Camaradas! Nós que compomos a 1ª Brigada do Exército Liberal, devemos ser os primeiros a proclamar, como proclamamos, a independência desta província, a qual fica desligada das demais do Império, e forma um estado livre e independente, com o título de República Rio-grandense, e cujo manifesto às nações civilizadas se fará competentemente. Camaradas! Gritemos pela primeira vez: viva a República Rio-grandense! Viva a independência! Viva o exército republicano rio-grandense!"
(Campo dos Menezes, 11 de setembro de 1836 – Antônio de Sousa Neto, coronel-comandante da 1ª brigada).

Os Fagundes fazem show em homenagem à Semana Farroupilha em Canoas

Neste dia 13 de setembro o Canoas Shopping (Avenida Guilherme Schell, 6750 – Canoas) traz Os Fagundes, para um show gratuito com os seus sucessos.O show acontece na Praça de Alimentação a partir das 19h com entrada franca.

Programação da 27 Semana Farroupilha no Parque Eduardo Gomes Canoas.

No próximo dia 14, sábado, vai começar a maior festa dos Canoenses, a 27 Semana Farroupilha no Parque Esportivo Eduardo Gomes ( Av.Guilherme Schell, 4400 Bairro Fatima).
Segue a Programação divulgada pela  Secretaria Municipal de Cultura e Turismo.
Dia Semana Hora Local Atividade
Dia 14 - Sábado
8h Palco Lonão
16.º Rodeio Internacional de Canoas/ Artístico
TARDE
13h30 Palco Lonão
16.º Rodeio Internacional de Canoas/ Artístico
NOITE
20h Campeira
 Abertura Oficial da 27.ª Semana Farroupilha de Canoas
21h Campeira Jari Terres
21h Palco Lonão Daniel Torres
23h Campeira Alemãozinho da Cordeona
23h Palco Lonão Amilton Lima

15 -  Domingo

MANHÃ
8h Palco Lonão
16.º Rodeio Internacional de Canoas/ Artística
TARDE
14h Palco Lonão
16.º Rodeio Internacional de Canoas/ Artística
NOITE
20h Campeira III Mostra Folclórica de Comida Campeira
21h Palco Lonão Cristiano Quevedo
21h Campeira Paquito & Jóia
22h30 Campeira Chão Nativo
23h Palco Lonão Raça de Ouro

16 -  Segunda

MANHÃ
9h Palco Lonão
Temática da Semana Farroupilha / Carmen Damasco
9h Galpão
AETC Contação de Histórias: Lendas do Sul/ Viviane Altermnn
9h Campeira Oficina de Laço/Vaca Parada
9h30 Galpão 2/ SMCT
10h Palco Lonão
Lanceiros Farroupilhas/ Jonatan Ortiz Borges
10h Galpão AETC
Contação de Histórias: Lendas do Sul/ Viviane Altermnn
NOITE
19h Palco Lonão
Gravação Programa Galpão Crioulo/RBS
23h Palco Lonão César Oliveira & Rogério Melo

17  - Terça

MANHÃ
9h Palco Lonão
Símbolos do Rio Grande do Sul/ Carmen Damasco
9h Galpão da AETC
Oficina de brinquedos/brincadeiras / Viviane Altermnn
Contação de História:
 A lenda do chimarrão/ Viviane Altermnn
9h Campeira Oficina de Encilha
9h30 Galpão 2/ SMCT
10h Palco Lonão A experiência do escutar: lendas folclóricas / Bárbara Catarina
10h Galpão AETC
Oficina de brinquedos/brincadeiras / Viviane Altermnn
Contação de História:
A lenda do chimarrão/ Viviane Altermnn
10h30 Galpão 2/ SMCT
Contação de História: Marieta em coração de namorado de Léia Cassol/ Prof.ª Maluquinha e SME
TARDE
14h Palco Lonão
Símbolos do Rio Grande do Sul/ Carmen Damasco
14h Galpão da AETC
Oficina de brinquedos/brincadeiras / Viviane Altermnn
Contação de História:
A lenda do chimarrão/ Viviane Altermnn
14h Campeira Oficina de Encilha
14h30 Galpão 2/ SMCT
15h Palco Lonão
A experiência do escutar: lendas folclóricas / Bárbara Catarina
15h Galpão da AETC
Oficina de brinquedos/brincadeiras / Viviane Altermnn
Contação de História:
A lenda do chimarrão/ Viviane Altermnn
15h30 Galpão 2/ SMCT
Contação de História: Marieta em coração de namorado de Léia Cassol/ Prof.ª Maluquinha e SME
NOITE
19h Palco Lonão
Sessão Solene da Câmara Municipal de Vereadores de Canoas
20h Palco Lonão Fernanda Felicidade
21h Palco Lonão Tchê Guri
23h Palco Lonão Moisés Oliveira

18   -Quarta

MANHÃ
9h Palco Lonão
Paisagens: turismo histórico do Rio Grande do Sul/ Carmen Damasco
9h Galpão da AETC
Contação de Histórias: Lendas do Sul/ Viviane Altermnn
9h Campeira Oficina: brinquedo e brincadeiras folclóricas
9h30 Galpão 2/ SMCT
10h Palco Lonão
Vitrola de Histórias: Lendas ao Pé da Fogueira/ Leila Pereira e Karine da Cunha
10h Galpão da AETC
Contação de Histórias: Lendas do Sul/ Viviane Altermnn
TARDE
14h Palco Lonão
Paisagens: turismo histórico do Rio Grande do Sul/ Carmen Damasco
14h Galpão da AETC
Contação de Histórias: Lendas do Sul/ Viviane Altermnn
14h Campeira Oficina: brinquedo e brincadeiras folclóricas
14h30 Galpão 2/ SMCT
15h Palco Lonão
Vitrola de Histórias: Lendas ao Pé da Fogueira/Leila Pereira e Karine da Cunha
15h Galpão da AETC
Contação de Histórias: Lendas do Sul/ Viviane Altermnn
NOITE
20h Galpão AETC
XI Amostra Folclórica: Sabores, Fios e Licores/ Homenageado Salésio Coan
20h Palco Lonão Vilson Cardoso
21h30 Palco Lonão Marco Lima
23h Palco Lonão Tchê Barbaridade

19  -  Quinta
MANHÃ
9h Palco Lonão
Brinquedos e brincadeiras do folclore do Rio Grande do Sul/ Carmen Damasco
9h Galpão da AETC
Contação de História: Salamanca do Jarau/ Viviane Altermnn
9h Campeira
Oficina: brinquedo e brincadeiras folclóricas
9h30 Galpão 2/ SMCT
10h Palco Lonão
A experiência do escutar: lendas folclóricas/ Bárbara Catarina
10h Galpão da AETC
Contação de História: Salamanca do Jarau/ Viviane Altermnn
10h30 Galpão 2/ SMCT
TARDE
14h Palco Lonão
Brinquedos e brincadeiras do folclore do Rio Grande do Sul/ Carmen Damasco
14h Galpão da AETC
Contação de História: Salamanca do Jarau/ Viviane Altermnn
14h Campeira Oficina: brinquedo e brincadeiras folclóricas
14h30 Galpão 2/ SMCT
15h Palco Lonão
Entrevero Farroupilha – Uma Epopeia Farroupilha / Teatro Luz e Cena
16h Palco Lonão
A experiência do escutar: lendas folclóricas/ Bárbara Catarina
15h Galpão da AETC
Contação de História: Salamanca do Jarau/ Viviane Altermnn
15h30 Galpão 2/ SMCT
NOITE
18h Galpão da AETC
Avaliação do 1.º Concurso de fotografias AETC: Tchê na Lente
19h Palco Lonão
Apresentação Teatral/ Prof.ª Claunéia Matos
20h Palco Lonão Tertúlia
21h Palco Lonão Mano Lima
23h Palco Lonão Ideais Farroupilha

20 - Sexta

MANHÃ
9h  Av. das Canoas
Concentração do Desfile Farroupilha
11h Estacionamento PEEG
Chegada Desfile Farroupilha (Ato oficial)
TARDE
14h Palco Lonão
XVII Gincana Cultural
NOITE
20h Palco Lonão Capitão Faustino
21h30 Palco Lonão Renato Borghetti
23h45 Palco Lonão
Ato de Encerramento da Semana Farroupilha com a extinção da chama
23h30 Palco Lonão João Luíz Corrêa

21 - Sábado
MANHÃ
7h30 Campeira
16.º Rodeio Internacional de Canoas/Campeira
TARDE
13h Campeira
16.º Rodeio Internacional de Canoas/Campeira
15h Palco Lonão Casa do Poeta
16h Palco Lonão Coral Cocan
16h30 Palco Lonão Tertúlia
NOITE
21h Palco Lonão Fábio Duzac

21 -  Sábado
21h Campeira Paulo Costa
23h Campeira Vozes Campeiras
23h Palco Lonão Os Tiranos

22 - Domingo
MANHÃ
7h30 Campeira 16.º
Rodeio Internacional de Canoas/Campeira
TARDE
14h Palco Lonão
IV Sarau Artístico Cultural Infantojuvenil
16h Palco Lonão Tertúlia
NOITE
19h Palco Lonão Canção Nativa
20h30 Palco Lonão Recuerdos de Milonga
20h Campeira Mauro Moraes
22h Campeira Grupo Geração
22h Palco Lonão Banda Vanera

Histórico da Semana Farroupilha em Canoas.

A Chama Crioula surgiu em 1947, quando Paixão Cortês e um grupo de amigos retiraram a centelha do Fogo Simbólico da Pátria que tinha vindo do cemitério de Pistóia na Itália onde repousam restos mortais de ex-combatentes da 2ª Guerra Mundial.
Em Canoas o Tradicionalismo teve início em 1955 com João  Palma da Silva,que antes de denominar Biblioteca e Escola fundou o Centro Canoense de Tradições Rancho Crioulo (CCT,não  CTG).
Até 1991 a Semana Farroupilha era itinerante,sendo que a Chama Crioula percorria os CTGs da cidade que a recebiam, organizando para tanto, tertúlias, apresentações artísticas musicais, jantares de confraternização e guarda para a mesma Chama.
A partir de 1992 a Semana Farroupilha passou a realizar-se no Parque Esportivo Eduardo Gomes, tendo por principal incentivadora a Prof.Ivone Melania Frare que ocupava na época cargo junto a secretaria Municipal de educação.
De lá pra cá, chegou se a 27ª edição neste ano de 2019,com a participação de mais de 70 entidades filiadas à AETC, que se dividem em 2 espaços denominados de áreas artísticas no interior do parque e a Campeira situada aos fundos do estacionamento.
O Parque situa-se na Av.Guilherme Schell,4400 no Bairro Fátima,todas as atividades são gratuitas,contando o local com praça de alimentação e comercialização de pratos típicos da culinária gaucha pelas Entidades Tradicionalistas. 

Eleições para o Conselho Tutelar.

No dia 06 de Outubro serão eleitos 20 membros titulares e 20 membros suplentes para o Conselho Tutelar de Canoas com mandato de quatro anos.
Após o processo seletivo,foram aprovados os seguintes candidatos:
Alcindo Rodrigues Pereira 102
Aldair Giordani Junior 103
Alexandre Cunha dos Santos 105
Ana Isabel Coelho dos Santos 107
Apparicio Lafayete Izidro de Lima 110
Ayres Rodrigo Teixeira da Silva  111
Carla Iracema Amaral 112
Carlos Fernando de Almeida Thober 113
Carmem Conceição dos Santos 114
Carmem Regina da Silva Nunes 115
Carmen Veronica da Silva Nunes 116
Daiane Almeida Machado 121
Daniel Silveira 122
Dilvio de Oliveira Ramos 124
Ederson Moises Oliveira do Amaral 125
Elen Lucia de Freitas 127
Elisangela Siqueira de Oliveira 128
Fabiane Saft Puccio 129
Fabiane Scherer 130
Flávia da Silva Gonçalves 132
Grasiela Aragão Mauer 134
Isabel Cristiane de Lima Teixeira 135
Isabel Santos dos Santos Barbosa 136
Janaina Ervani Vieira 137
Jaqueline Andrigo da Silva 138
Karla Custódio Silva da Cunha 142
Larissa dos Santos Vieira 143
Lettiere Fontana 144
Luciana Medina dos Santos 145
Luis Paulo Barbosa Dornelles 146
Maria de Lourdes Fucilini 148
Mariana Bonatto 149
Maria Teresinha de S. Ribeiro 151
Marisa Fernanda Ritzel 152
Oracilia da Silva Quintana 154
Patricia de Vargas Marchiotti da Silva 155
Rogerio Silva de Oliveira 160
Rogério Bahi Behn 161
Rogério da Silva Ambieda 162
Sabrina Bandeira Bender  163
Simone do Prado Kober de Vargas 165
Sônia Mara Souza Bittencourt do Canto 166
Tatiane Leite Maciel 167
Verlaine Almeida de Oliveira 168
Verlaine Martins Ayala 169
Verônica de Jesus Leindecker Trindade 170

Deputado Marenco,lança a Frente Parlamentar de Fortalecimento da Cultura Regional Gaúcha

O Deputado Luiz Marenco realizou na noite de ontem, o lançamento da Frente Parlamentar de Fortalecimento da Cultura Regional Gaúcha. O evento aconteceu na sede da Embaixada Bairrista, em Porto Alegre, com a presença de importantes autoridades, artistas, produtores culturais, representantes de entidades e imprensa.
Prestigiaram o lançamento, a secretária de Estado da Cultura, Beatriz Araújo, representando o governador Eduardo Leite, o ex-ministro da Cultura Vitor Ortiz, os deputados Fernando Marroni, José Nunes e Luiz Henrique Viana. Foram representados por sua assessoria os deputados Carlos Búrigo, Neri o Carteiro, Franciane Bayer, Vilmar Lourenço, Eduardo Loureiro, Fran Somensi, Dalciso Oliveira e Capitão Macedo, entre outros. O senador Luiz Carlos Heinze também se fez representar por seus assessores. Autoridades municipais de diversas cidades também marcaram presença na solenidade, a exemplo do Prefeito de Lavras do Sul, Sávio Prestes, o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo da cidade de Campo Bom, Henrique Scholz, o secretário de Cultura, Turismo, Desporto e Lazer da cidade de Piratini, Fladimir Moura Gonçalves, a coordenadora de Cultura da cidade de Campo Bom, Renata Silva e o chefe do departamento de Turismo da cidade de Lagoa Vermelha, Lucas Motta. Representando a Prefeitura Municipal de Esteio e o festival “Esteio da Poesia Gaúcha”, compareceu o jornalista Djalma Pacheco. Os presidentes da Academia Brigadiana de Letras, Alberto Afonso Landa Camargo e da Estância da Poesia Crioula, Ubirajara Anchieta, também estiveram no encontro músicos, cantores, compositores, poetas, produtores culturais e profissionais de imprensa.
O deputado Luiz Marenco, proponente da Frente Parlamentar, ressaltou em seu pronunciamento, a adesão de outros parlamentares na sua proposta de fortalecer a cultura regional gaúcha. Que este ato é o princípio da ação que pode se tornar uma antena captadora de boas ideias para o enfrentamento de questões como o enfraquecimento dos festivais, o descaso com o folclore, a dificuldade de manutenção da tradição, os empecilhos que travam a literatura regional, a dificuldade do exercício digno da profissão de artista regional, as burocracias que dificultam os produtores culturais, os contratempos de inserção da cultura regional no processo educacional de base, a ausência de possíveis facilitações de acesso do público em geral ao produto cultural gerado no Estado e tantas outras questões que, segundo ele, vão ser descortinadas através do debate parlamentar e reuniões com os diversos segmentos culturais.
A secretária Beatriz Araújo salientou a importância do Legislativo debater e legislar sobre o fortalecimento da cultura, lembrando que em tempos nos quais atuava como produtora cultural sempre buscou a interação com parlamentares no aprimoramento das leis que pudessem favorecer o processo cultural. Ressaltou que o governador tem grande interesse no fortalecimento da cultura do Estado e que delega a sua pasta esta incumbência, prestigiando com seu apoio.
O evento contou com música, a cargo de Pirisca Greco, Texo Cabral, Paulinho Goulart e Duca Duarte, um assado a cargo da assessoria do deputado e, neste momento de descontração, alguns debates sobre o tema nos diversos grupos que se formaram por adesão de identificação cultural.
O deputado Marenco conclamou a participação dos artistas e produtores culturais na frente Parlamentar de Fortalecimento da Cultura Regional Gaúcha, que vai até o fim desta legislatura. Ele aproveitou a oportunidade para antecipar que em outubro vai ser lançada na Assembleia Legislativa a “Comissão Especial Sobre a Situação da Cadeia Produtiva da Música e da Cultura Gaúcha” que vai ter duração de quatro meses.
Marenco reafirmou em seu pronunciamento, que apoio à cultura é um compromisso de sua legislatura. “A cultura regional é um instrumento fantástico de consolidação da identidade de um povo e fundamental para sua cidadania”, afirmou.

Mahindra faz sua melhor Expointer

MAHINDRAlíder mundial em vendas de tratoresencerrou a 42ª edição da Expointer com aumento de 35% nas vendas em relação a 2018. O gestor comercial, Jalison Cruz, atribuiu o sucesso do resultado à ampliação e maior participação da rede de concessionárias, mas especialmente à expansão do portfólio de tratores de 25cv a 95cv, focado na agricultura familiar, no pequeno e médio produtor. Destaque aos modelos 2025 (25cv) e 6075 (75cv), sucessos de vendas da MAHINDRA global, lançados no Brasil em 2019.   “Com certeza, estes foram os principais fatores que contribuíram para o crescimento da MAHINDRA em relação ao ano anterior. Foi a nossa terceira e melhor participação na Expointer”, concluiu.  A estrutura do estande, muito mais robusta e grandiosa, também chamou a atenção do público que visitou o local e foi recebido por um time preparado para encantar e detalhar os diferenciais da marca. Além do suporte técnico, excelentes condições para compra de tratores atraíram o fechamento de bons negócios durante a feira. “Vamos crescer muito no Brasil. O trator MAHINDRA tem diferenciais únicos. É um trator forte, econômico, com garantia de cinco anos. Estamos construindo uma sólida história de parceria com o agricultor. Queremos e vamos ser a marca mais confiável no mercado brasileiro”, finalizou Jalison.   
Segundo dados divulgados pelo SIMERS, o setor de máquinas cresceu 11% em relação a 2018. Só em maquinários e implementos foram comercializados R$ 2,700 bilhões. O presidente do Sindicato das Indústrias de Máquinas e Implementos Agrícolas do Rio Grande do Sul (Simers), Cláudio Bier, fez um pedido público ao governador Eduardo Leite e ao secretário estadual da Agricultura, Covatti Filho, para que a área destinada às fabricantes do setor seja ampliada em 2020. 
  
Fonte : Luciana Brambilla Relações Públicas e Imprensa 

Polícia Rodoviária Federal, realiza evento comemorativo aos 91 anos na Assembléia Legislativa do RS.

Nesta tarde , a Superintendência de Polícia Rodoviária Federal no Rio Grande do Sul (SRPRF-RS) e o Sindicato dos Policiais Rodoviários Federais no Rio Grande do Sul (SINPRF-RS), com apoio da Assembleia Legislativa, promoveram, no Plenário Júlio de Castilhos da AL/RS, evento alusivo aos 91 anos da PRF.
O evento celebrou a passagem dos 91 anos da instituição, mas também coroou o encerramento da exposição alusiva à PRF que foi realizada no parlamento gaúcho, amostra criada por iniciativa da Deputada Estadual Franciane Bayer, presidente da Frente Parlamentar em Defesa do Trânsito Seguro, que ficou exposta por uma semana e permitiu que os visitantes pudessem conhecer um pouco mais da instituição e do trabalho que é realizado diariamente para garantir a segurança no trânsito e o enfrentamento à criminalidade.
Na cerimônia, o Superintendente da Polícia Rodoviária Federal no estado, Luís Carlos Reischak Júnior, destacou momentos da história da PRF e evidenciou a evolução dos modelos de policiamento. Ressaltou também que os expressivos resultados na redução da acidentalidade e no aumento do volume de apreensões de drogas são consequências da dedicação dos servidores e do investimento em tecnologia e inteligência policial.
O Presidente do Sindicato dos Policiais Rodoviários Federais no Rio Grande do Sul, Maicon Natchigal, destacou a importância de se valorizar o servidor dentro de uma instituição policial e ressaltou a carência de efetivo que assola o órgão.
A Chefe da Polícia Civil, Nadine Anflor, destacou, em sua fala, a integração cada vez mais sólida entre as forças e evidenciou o quanto essa cooperação efetiva está potencializando os resultados.
O Secretário de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos, Catarina Paladini, representando o Governador do estado, falou sobre a importância das atividades que a PRF desenvolve na perspectiva da redução da violência do trânsito e no enfrentamento à criminalidade.
A Deputada Franciane Bayer, por sua vez, parabenizou a instituição pelos resultados e ressaltou a admiração que o parlamento gaúcho e a sociedade tem com o órgão.
Estiveram presentes, ainda, os Chefes de Delegacia, Chefes de Seção e outros gestores da PRF, além de servidores da corporação que foram prestigiar o evento. Compareceram, também parlamentares estaduais e diversas autoridades civis e militares do RS.




Justiça suspende a retirada de casinhas de cães comunitários.

Analisando as fotografias juntadas no processo, o juiz considerou que as casinhas não atrapalham a circulação na calçada.
O Juiz da 10ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre, Eugênio Couto Terra, determinou que o Município se abstenha de remover ou transferir de local as casinhas de cachorro comunitárias localizadas no Bairro Jardim do Salso. Caso contrário, haverá multa no valor de R$ 20 mil por remoção, sem prejuízo do restabelecimento da situação anterior. Ao analisar ação civil pública foi movida pelo Movimento Gaúcho de Defesa Animal (MGDA), o magistrado argumentou que a legislação veda tratamento cruel aos animais.
"São seres sencientes e possuidores de uma dignidade que precisa ser protegida", afirmou na decisão. "Ficariam os cães sem abrigo e cuidados mínimos de humanos, sofrendo frio no inverno e calor escaldante no verão, pois a política pública para atendimento de animais que se encontram nas ruas é insuficiente para assegurar um acolhimento digno para os cães", destacou.
O MGDA havia recorrido à Justiça com pedido de tutela de urgência contra a Prefeitura de Porto Alegre para que não removesse as casinhas. Couto Terra citou os argumentos de que a mobilidade urbana seria afetada, mas, analisando imagens, concluiu que os objetos não atrapalham a circulação na calçada. E afirmou ser "insignificantes", comparado a outros equipamentos autorizados pela Prefeitura como receptáculos de coleta de lixo de grande porte, bicicletários, entre outros.
"Os cães atendidos pelos cuidados da população, a princípio, estão muito melhor cuidados que os que se encontram sem qualquer suporte pois são alimentados, recebendo ainda cuidados veterinários, e higienização dos locais", arguiu, entendendo que é falso o argumento de que retirando as casinhas os animais seriam recolhidos a um abrigo municipal e posteriormente encaminhados para adoção.
"Se o Poder Público não tem condições, por razões várias, de desenvolver uma política pública de abrangência em relação aos cães em estado de vulnerabilidade/abandono, só seria aceitável que se opusesse às iniciativas de acolhimento de cães na forma comunitária, caso tivesse uma motivação muito forte e de interesse público maior assegurar um acolhimento digno para os cães", destacou.

Assaltada Agência do Banrisul na XV de Janeiro

A Agência do Banrisul na Av.15 de Janeiro,centro de Canoas, foi invadida por 4 a 6 elementos armados nesta tarde,após o expediente.
Foram furtados malotes,não houve feridos ou reféns.
Devido a movimentação algumas lojas fecharam as portas .
Os assaltantes entraram por uma porta lateral da agência.
Equipe do Instituto Geral de perícia se encontra no local,fazendo levantamentos  na cena do crime e já solicitaram imagens das câmeras de segurança.
Não foi revelado o valor roubado.

Deputado Marenco instala Frente Parlamentar de Fortalecimento da Cultura Regional Gaúcha

Na quinta-feira (29), o deputado estadual Luiz Marenco (PDT) realizou, na Casa da Assembleia na Expointer, a instalação da Frente Parlamentar de Fortalecimento da Cultura Regional Gaúcha. O intuito da Frente é aprofundar a discussão sobre alternativas para o cenário da cultura regional e do folclore que tem perdido força e apoio nos últimos anos. Serão realizas reuniões regulares com os produtores de cultura do Estado para discutir propostas e soluções que possam impulsionar o cenário da cultura gaúcha. “Pretendemos muito com a Frente, desejamos que ela seja uma antena captadora de boas ideias para o enfrentamento da questão do esmorecimento de festivais, de mostras, de eventos e ações que promovam especificamente a nossa identidade cultural em diversos segmentos”, diz Marenco. 
Outra ação importante prevista é a capacitação da classe artística através de workshops e oficinas mensais com temas como elaboração de projetos, ferramentas para captação de recursos, registro de marcas, criação de pessoa jurídica, etc. Os assuntos serão definidos juntamente com os artistas e produtores, de modo que efetivamente dêem conta das necessidades mais urgentes da categoria. A Frente Parlamentar ficará em atividade até o final do mandato. 
Uma outra iniciativa do deputado Marenco na área da cultura é a criação de uma “Comissão Especial sobre a Situação da Cadeia Produtiva da Música e da Cultura Gaúcha”, que será instalada em outubro deste ano na Assembleia Legislativa e que, por 4 meses realizará audiências públicas em diversas cidades do Estado, justamente para aprofundar ainda mais a busca de soluções a partir do relato e do entendimento da realidade e necessidade das diferentes regiões. Essa comissão gerará um relatório que será encaminhado ao governador sugerindo ações e medidas concretas que beneficiem a indústria criativa e, em especial, a cultura regional. 
“Ao final destas ações, esperamos montar uma espécie de censo, um raio X do cenário da cultura regional no Rio Grande do Sul, material que será disponibilizado a todos e que poderá nortear ações do legislativo e do executivo, pois entendemos que a cultura é parte fundamental da cidadania e um instrumento fantástico de transformação social. Ademais, a cultura regional, em específico, é um dos bens mais preciosos e fundamentais de um povo. Mantê-la viva e transmiti-la para as próximas gerações é um compromisso da minha vida, é a minha luta diária há mais de 30 anos”, ressalta o deputado. 

Fonte: Mariana Pires/ Gab. Dep. Marenco

Setembro

Seja bem vindo setembro...
O mês do povo gaúcho, 30 dias que este sentimento, esta paixão por ser quem e o que somos fala mais alto. Acontece uma mutação visível em cada um de nós e naqueles que mesmo não nascendo em nosso estado, pois gaúcho tornou-se um estado de espírito, são invadidos por esta emoção, este atavismo que embriaga e contagia a todos.
Muitos repudiam, mas são minoria, a maioria respeita está “disposição emocional” que além de espiritualmente se fazer presente se materializa em todos os cantos do RS e fora dele.
As cores do pavilhão tricolor tornam-se alusivas, resplandecem a olhos vistos.
No mais imponente mastro que sustenta nossa bandeira até a espontaneidade e doce inocência de uma criança.
No bater dos cascos dos cavalos conduzidos por seus cavalarianos, sendo que muitos ainda estão percorrendo centenas de quilômetros conduzindo uma “sagrada” centelha gerada pela chama crioula, chama farrapada, chama caudilho iluminando a nossa história farroupilha.
Esta centelha é sinônimo de esperança, luz para todos os rincões dentro e fora do estado rio-grandense, esperança esta que dá a estes gaúchos centauros o estímulo, robustez e convicção de estarem conduzindo ali a alma do seu povo.
É neste período que nosso peito se enaltece orgulhosamente. Cantigas e fandangos produzem o que a humanidade mais necessita, confraternização, harmonia entre os semelhantes, aonde todos se igualam pois sentir é direto de cada um e neste setembro sejamos todos um só coração pois o mapa deste místico estado se assemelha a este órgão batedor que sustenta a vida.
Quem sabe chegou o momento de perpetuar este sentimento, fazer com que este orgulho, está predileção “evolua” e abrace a todos como uma única família e como tal um a um estenda o braço ao seu próximo e construamos um RIO GRANDE DO SUL melhor.
Motivo nós temos, matéria prima também temos o que será que nos falta???
Talvez... iniciativa e bom senso pois ser gaúcho está em nosso DNA.
Independente de sermos “uns mais outro menos”, o que realmente possui valor é nos sustentar desta benção nos foi regalada, nossas raizes, nos sustentar e sustentar o próximo da seiva de nossa procedência.
E viver em um universo que nos seja este que circula nossa ventre.
Seja bem vindo setembro...
Bem-aventurado sejam nossos Festejos Farroupilhas.
VIVA O MEU RIO GRANDE DO SUL, meu estado, minha pátria, meu abençoado lar.
César Oliveira
Patrono dos Festejos Farroupilhas 2019

Maior pizza do Brasil,assada na Expointer

A maior pizza do Brasil foi assada na Expointer em evento organizado pela Associação das Pequenas Indústrias de Laticínios do Rio Grande do Sul (Apil/RS) na quinta-feira, 29 de agosto. Ao todo, foram cerca de 20 horas de preparo entre montagem de estruturas, manipulação de ingredientes, até o momento principal de entrega de mais de 1,2 mil fatias a frequentadores do Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio. Centenas de pessoas acompanharam todo o processo, desde a noite anterior até a abertura do parque, no início da manhã.
Durante a noite, a massa ficou na fase de preparação do glúten, como dizem os pizzaiolos, para posterior descanso durante a madrugada. Nesta quinta-feira, às 7h, a equipe comandada pelo pizzaiolo Peterson Secco, abriu a massa e a pré-assou. “A partir deste momento cessou a fermentação e começou o processo de cozimento”, explicou Secco. Ele conta que como não havia um forno industrial adequado para a experiência, a equipe improvisou um forno utilizando 12 tonéis que foram posicionados abaixo de um chapa de aço, abastecidos com lenha.
Na pizza assada na Apil/RS foram usados queijos mussarela, gouda, provolone, parmesão e requeijão. Além disso, o pizzaiolo acrescentou rodelas de tomate, manjericão e orégano. Peterson se propôs a um desafio especial no evento da entidade: quebrar o seu próprio recorde. A pizza montada por ele anteriormente tinha 15 centímetros a menos da que foi produzida na Expointer. A iguaria foi produzida com 80 quilos de queijo, 20 litros de molho de tomate e 3,46 metros de diâmetro, totalizando 167 quilos de peso.
O presidente da Apil/RS, Wlademir Dall’Bosco, ressaltou que a ideia foi dar destaque ao produto gaúcho de qualidade. “Hoje, uma preocupação que nós temos é que grande parte das pizzarias trabalham com queijos análogos que são feitos com amido e saborizados para que se pareçam com mussarela”, afirmou o presidente. O pizzaiolo Peterson Secco tem a mesma preocupação. Afirmou que, para se fazer uma pizza realmente boa, são necessários bons insumos, sendo que o queijo é o principal deles quando se fala de pizza no estilo gaúcho.
Conforme o profissional, além da onda dos produtos sem lactose e com uma gama maior de conservantes, há produtos ainda piores utilizados para trazer um sabor ao produto que deveria ser natural. “A gente vê produtos que não deveriam estar no mercado pela baixa classificação e qualidade”, disse. Secco ressaltou que o trabalho realizado pela Apil/RS em parceria com os produtores faz com que se tenha produtos de excelente qualidade na região.
Quem acompanhou o processo para certificar o recorde de maior pizza do Brasil foi Luciano Cadari, da Rank Brasil. Segundo ele, a maior dificuldade foi executar os cálculos de área da pizza e estimativa de peso para aferí-la. Após o anúncio do recorde, a pizza foi partida com a ajuda de um dos integrantes da equipe de Secco, deitado sobre uma prancha e suspenso por um guindaste numa espécie de rapel. É a mesma estratégia utilizada por ele para abrir a massa e realizar a cobertura, e que foi distribuída ao público.

Fonte: AgroEffective


Aberta a Semana da Pátria em Canoas

A Semana da Pátria em Canoas, foi oficialmente aberta ontem na Praça da Emancipação. A solenidade, que deu início às comemorações, teve a chegada do Fogo Simbólico à Prefeitura ,o prefeito Luiz Carlos Busato recebeu a centelha de um oficial da Ala 3 da Força Aérea. A chama permanecerá acesa até sábado e será guardada diariamente, das 8h às 18h. 
Em 2019, a Semana da Pátria irá homenagear a bandeira do Brasil, em âmbito nacional, no Rio Grande do Sul o Parque Histórico Marechal Osório no municipio as forças de segurança são homenageadas .   
  

Balaústre 67

Trata-se da ata da loja maçônica Philantropia e Liberdade, deliberando sobre a tomada de Porto Alegre durante a revolução Farroupilha, es...