Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

41ª Califórnia da Canção Nativa acontece em dezembro

O mais tradicional festival de música nativista do Estado, a Califórnia da Canção Nativa do Rio Grande do Sul, volta a ser realizada, agora em sua edição nº. 41. A confirmação foi feita hoje pelo coordenador do evento, Ivoné Emílio Colpo. 
Em um formato diferenciado, a Califórnia deverá ser realizada em três noites (duas classificatórias), sendo uma delas apenas para músicas de compositores locais e outra para composições regionais. A grande final, com 12 composições (quatro locais e oito regionais) deverá ser realizada no dia 7 de dezembro (sábado). “As composições musicais apresentados à seleção deverão ser representativas da cultura do Rio Grande do Sul”, lembra Colpo. 
Para a edição deste ano, só poderão concorrer composições inéditas, que são aquelas que não tenham sido editadas fonograficamente ou produzidas em escala comercial.
As inscrições deverão ser feitas entre 21 de outubro e 22 de novembro, através do e-mail cdacancaonativa@gmail.com. Uma comissão julgadora composta por cinco integrantes de reconhecidos dotes para a criação poético-musical, análise ou crítica, e que se atenham às proposições do regulamento oficial do festival, será responsável pela seleção das composições que disputarão à Calhandra de Ouro deste ano. 
Uma das novidades do festival deste ano será a exigência, que consta no regulamento, de que cada um dos classificados, após a apresentação da música concorrente, deverá, obrigatoriamente, apresentar mais uma música, inserida no contexto da Califórnia da Canção Nativa, substituindo desta forma, o costumeiro show de intervalo do festival.
Na apresentação da noite final, a Comissão Organizadora classificará as três melhores canções, que receberão os troféus de Calhandra de Ouro, Calhandra de Prata e Calhandra de Bronze. A detentora da Calhandra de Ouro será reconhecida como campeã da Califórnia. Com isso, a partir deste ano, não teremos mais a seleção de músicas vencedoras das linhas de manifestação riograndense, campeira e livre. 
Ainda durante cada noite da Califórnia, serão apresentados os vencedores das últimas edições da Califórnia Petiça Internacional, como forma de incentivo aos jovens talentos do nativismo gaúcho. 
A 41ª. edição da Califórnia da Canção Nativa do Rio Grande do Sul acontece de cinco a sete de dezembro, no Teatro Municipal Rosalina Pandolfo Lisboa e é uma realização do CTG Sinuelo do Pago, com o apoio da Prefeitura Municipal de Uruguaiana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Expointer Digital 2020 começa amanhã

O  ano de 2020 é desafiador para todos os setores da sociedade. Exige resiliência e criatividade. E a Expointer, que começa amanhã, é um ref...