Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

Setembro Amarelo,prevenção ao suicídio

É uma campanha criada para poder alertar e conscientizar a população a respeito da realidade alarmante hoje no Brasil e no MUNDO, sobre casos de suicídio. Seu objetivo maior é atingir um número significativo de pessoas que absorvam o conhecimento de causa e ajudem a divulgar suas formas de prevenção.
Para propagar de melhor forma, foi instituído o "DIA MUNDIAL DE PREVENÇÃO AO SUICÍDIO ",em 10 de setembro,de forma nessa data ser dada maior atenção e ênfase a atingirem melhor seu objetivo.
Conforme o Coordenador de Saúde Mental do Ministério da Saúde,Roberto Tykanori,os dados gerais da epidemiologia do suicídio mostram que mais da metade das pessoas que cometem o
ato tem um histórico anterior de transtorno mental.O fato de termos redes de serviço que acolhem e atendem pessoas com estes distúrbios ,por si,já tem um efeito preventivo.
Quem precisa de atendimento para transtornos mentais no Sistema Único de Saúde (SUS)pode contar com osCentros de Atenção Psicossocial (CAPS).

Uma das principais mobilizadora do Setembro Amarelo é o CVV-Centro de Valorização a Vida,entidade filantrópica que atua gratuitamente na prevenção do SUICÍDIO desde 1962.
O Suicídio é um problema de saúde pública que está ganhando um aumento assustador de vítimas,superando a Aids e até mesmo o câncer.
O grande problema é a falta de conhecimento e o desinteresse em se obter maiores informações sobre o que vem a ser e o que leva o ser humano ao estágio suicida.
O que também ajuda a agravar é o medo de se falar abertamente sobre o tema,devido ainda existirem tabus,levando a maioria fugir do assunto.Sendo assim sem ter o mínimo de informação,praticamente impossível estar preparado para os sinais que uma pessoa pode emitir quando tem "idéias suicidas",mesmo elas estando próximas. O que faz o suicídio ganhar um "apelido" que chama atenção: "O MAL SILENCIOSO".
Conforme o CVV-Centro de Valorização a Vida: "O principal é ter com quem conversar.No silêncio o suicídio cresce."
Se você está precisando conversar, LIGUE 141 ou acesse www.cvv.org.br
Lembre-se: "Quem quer se matar, não quer terminar com a vida,quer acabar com a dor..."


Campanha de PREVENÇÃO ao SUICÍDIO.


Por: Graciéli Amorim

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Semana Farroupilha de Canoas recebeu mais de 120 mil pessoas

Foram 12 dias de intensas atividades na Semana Farroupilha de Canoas. Mais de 120 mil pessoas marcaram presença no Parque Eduardo Gomes...