Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

Primeiro caso de dengue de origem local mobiliza operação especial em Canoas

Uma operação sanitária reforçada para a eliminação de focos do mosquito Aedes aegypti e orientação da população foi desencadeada no início desta manhã , no bairro Rio Branco, a partir da identificação do primeiro caso autóctone (de procedência local) em Canoas, identificado no final da tarde de ontem, em um paciente do sexo feminino, no bairro Rio Branco, Quadrante Sudoeste da cidade.
Além dessa ação dos agentes nas residências do bairro Rio Branco, com o objetivo de bloquear a circulação viral na cidade, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) também determinou outras medidas, como a divulgação do Alerta Epidemiológico à Rede Municipal de Saúde .

Operação local :

Conforme procedimento padrão nesses casos, a Secretaria Municipal de Saúde, por meio das equipes da Diretoria de Vigilância em Saúde, delimitou um raio de 300 m para a atuação, desde a residência em que foi identificada a paciente com caso positivo. Dentro dessa abrangência, agentes de endemia e agentes comunitários de saúde foram distribuídos nas ruas daquele bairro, onde realizaram a ação de porta em porta.
O trabalho concentrou-se na eliminação dos focos e orientação dos moradores, com entrega de material informativo e identificação das residências visitadas. Entre os cuidados mais recomendados, a atenção à concentração de água limpa em recipientes como pratos de vasos, lonas, garrafas, copos e sacos plásticos e até tampinhas. Ralos, caixas d'água e vasos também foram locais de atenção e eliminação de focos pelos agentes. Ação prossegue na tarde de hoje, e também tem continuidade amanhã e na próxima semana.
Participam dessa operação 12 agentes de endemia e 16 agentes comunitários de saúde.

Alerta Epidemiológico :

Ainda no começo da tarde de ontem, a SMS divulgou a todas às 27 unidades básicas, hospitais, upas e da cidade o Alerta Epidemiológico da autoctonia de dengue, com orientações gerais sobre procedimentos preventivos relacionados, a partir dos riscos surgidos e cuidados necessários que se apresentam.
O documento destaca a importância da notificação, assim como da orientação, aos pacientes suspeitos do uso de repelentes, barreiras físicas contra mosquitos (mosquiteiros, roupas, telas), e a recomendação de repouso domiciliar no período de viremia da doença para evitar que circule pela cidade e tenha exposição e contato com o vetor.
As ações diárias dos agentes de endemia e agentes comunitários de saúde também prosseguem nos quatro quadrantes da cidade.
Mais detalhes sobre os registros atuais e ações relacionadas ao combate ao mosquito Aedes aegypti na cidade serão divulgados, logo mais, até o final da tarde, por meio do Boletim Epidemiológico, emitido pela Comissão de Combate a Dengue.

Fonte :Ronaldo M. Botelho - Secom PMC 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Projeto resgata importância da cultura africana no RS

O Alabê Ôni  - grupo de músicos pesquisadores de percussão e manifestações de raiz africana do Rio Grande do Sul - lançou oficialmente on...