Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

Airton Ortiz é escolhido patrono da 60ª Feira do Livro de Porto Alegre

O jornalista e escritor gaúcho Airton Ortiz foi o nome escolhido para ser o patrono da 60ª edição da Feira do Livro de Porto Alegre, que acontece entre o dia 31 de outubro e 16 de novembro.  O anúncio, feito nesta manhã, no Santander Cultural, contou com a presença de dirigentes da Câmara Rio-Grandense do Livro; de representantes do Canadá, país homenageado este ano, e da Polônia, que terá um dia especial no evento; convidados e imprensa.
Ortiz concorria este ano ao patronato com Maria Carpi, Cintia Moscovich, Aldyr Garcia Schlee e Celso Gutfreind. O anúncio foi feito pelo presidente da Câmara, Marco Cena Lopes.Ortiz, que toma a posse no primeiro dia da Feira, discursou sobre sua trajetória com o evento. Natural de Rio Pardo, logo que se mudou para a Capital, em 1975, não compareceu apenas a uma edição, devido a uma viagem, a qual realizou para escrever um livro. O escritor já foi patrono de outras 20 feiras do livro no interior do Estado. Mas, para ele, a edição da capital é especial. “Eu efetivamente participo da Feira, venho todos os dias, é um prazer encontrar conhecidos, pessoas queridas”. 
Ele disse que pretende aplicar, como patrono, seu lema de “ler não é um dever, é um direito”, salientando que “o conhecimento nos liberta de tudo e de todos, inclusive nós mesmos”. Fundador da extinta editora Tchê!, que lançou o conceito “livro de bolso” no país e , segundo ele, publicou o primeiro livro digital do mundo, Ortiz afirmou que “na área da cultura, quem não inova fica para trás”. 
O novo patrono passou uma temporada em Paris, no primeiro semestre do ano, para escrever seu 17º livro, o qual reúne crônicas sobre a capital francesa e pertence à sua coleção Cidades. O título será lançado no dia 6 de novembro, na Feira. Ortiz é formado em jornalismo pela Pucrs, é um dos expoentes do gênero Jornalismo de Aventura e já foi patronável pela Feira do Livro de Porto Alegre por outras nove vezes. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Miss Brasil 2017 vítima de Racismo

No sábado, a estudante Monalysa Alcântara foi consagrada a Miss Brasil 2017, sendo a representante do país no Miss Universo, que ainda ...