Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

Qualificação para Acampamento Farroupilha Extraordinário

Mais de 100 integrantes dos piquetes que estarão no projeto Turismo de Galpão durante o Acampamento Farroupilha Extraordinário receberam dicas de como bem-receber os visitantes nas noites de terça-feira e quarta-feira,. A palestra, que ocorreu na sede da 1ª Região Tradicionalista, abriu o processo de qualificação dos galpões participantes da segunda edição do projeto. Serão 84 galpões com oficinas sobre o universo cultural dos gaúchos no Acampamento Farroupilha que acontecerá no período da Copa do Mundo Fifa.
Na palestra, ministrada pela equipe técnica da Secretaria Municipal de Turismo (SMTUR), foram apresentados aos participantes noções básicas sobre o que é atividade turística e sua cadeia produtiva, além de informações atualizadas dos principais atrativos da cidade. Os participantes receberam, também, a série de Guias Básicos de Idiomas, editada pela própria SMTUR em português/inglês e português/espanhol. Para o patrão do DTG 12 de Outubro, Paulo Matukait, é necessário estar bem preparado para receber os visitantes. “Antes do projeto não tínhamos o hábito de abrir as porteiras dos galpões. Então, a qualificação é fundamental para podermos acolher e atender bem os visitantes. É uma série de dicas muito interessantes que valoriza a nossa recepção”, disse.
Participando pela primeira vez do projeto, o patrão do piquete Herança Farrapa, Vicente Schroeder, também avaliou como positivo o processo de qualificação. É importante para termos noção de como funciona e saber como proceder. Vamos fazer de tudo para receber bem e mostrar que o gaúcho é realmente hospitaleiro.
Matukait comentou, ainda, sobre a experiência do projeto piloto, ocorrido durante os festejos Farroupilhas de 2013. Não imagino mais o parque Harmonia sem o Turismo de Galpão, pois mudou a forma de ver e interagir tanto das pessoas que visitam o parque quanto de quem está acampado. O patrão lembrou, também, como foi receber estrangeiros. “No nosso galpão passaram angolanos, chineses, coreanos e franceses, todos saíram muito satisfeitos com as oficinas e o acolhimento. Alguns retornaram e outros mantêm contato conosco até hoje”, contou. Quanto ao Acampamento Farroupilha Extraordinário, o Matukait revelou que a expectativa é grande. A semente foi plantada no ano passado e foi muito bem sucedida. Logo, para essa edição sentimos o Turismo de Galpão mais consolidado. É um projeto criativo e uma maneira de perpetuar e divulgar a nossa cultura. A Copa do Mundo é uma ótima oportunidade para isso.

Turismo de Galpão - O Turismo de Galpão, realizado pelas secretarias municipais de Turismo (SMTUR), Cultura (SMC) e da Copa (Secopa), em parceria com a 1ª Região Tradicionalista e a Fundação Cultural Gaúcha, tem por objetivo aproximar os visitantes das tradições gaúchas e do ambiente dos galpões no Parque Maurício Sirotsky Sobrinho (Harmonia). O projeto tem por base o conceito do Turismo Criativo, que consiste em oferecer aos turistas experiências de aprendizagem em oficinas e cursos de pequena duração que tenham como conteúdo temas característicos da cultura do lugar visitado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Semana Farroupilha de Canoas recebeu mais de 120 mil pessoas

Foram 12 dias de intensas atividades na Semana Farroupilha de Canoas. Mais de 120 mil pessoas marcaram presença no Parque Eduardo Gomes...