Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

Caminhada pela Igualdade Racial repudia a intolerância

Em repúdio ao preconceito racial e à intolerância e para celebrar o Dia Municipal da Igualdade Racial, na sexta-feira, a Coordenadoria de Políticas para a Igualdade Racial promoveu a II Caminhada pela Igualdade Racial, no Centro da cidade. A concentração foi no Calçadão,  de onde aproximadamente 200 pessoas seguiram pela Rua 15 de Janeiro, até a Praça da Emancipação, onde o prefeito Jairo Jorge se pronunciou. 
Jairo Jorge destacou o legado histórico de lutas do líder sul-africano Nelson Mandela, lembrando que a luta pela igualdade se dá com paz, tolerância e respeito. “Essas são as verdadeiras armas para enfrentar o preconceito e a violência”, destacou. 
O secretário especial da Coordenadoria da Igualdade Racial, Sidiclei Mancy, falou das ocorrências de racismo que são encaminhadas para o pioneiro cartório especializado, que funciona na 3ª Delegacia de Polícia. “Nos unimos à manifestação internacional, com o Dia Municipal da Igualdade Racial (ambos comemorados em 21 de março), criado pela Lei 5791/2013, pelo vereador Paulinho de Odé. Precisamos da consciência de todos”, declarou.  
A canoense Joelma dos Santos aderiu ao movimento. “Se queremos mudança, não adianta ficarmos parados. Para fazer a diferença temos que participar de ações como essa”, afirmou.  
Participações:

Além de populares, participaram da caminhada secretários e diretores municipais, e o representante da Câmara de Vereadores, o parlamentar Paulinho de Odé. Também presentes representantes da ministra-chefe da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência República Maria do Rosário, Jackson Raimundo, e da secretária estadual de Políticas para a Igualdade Racial Sandra Helena Figueiredo, Gerci Ribeiro Raimundo.

Fonte: Rosilaine Pinheiro Secom/PMC

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Miss Brasil 2017 vítima de Racismo

No sábado, a estudante Monalysa Alcântara foi consagrada a Miss Brasil 2017, sendo a representante do país no Miss Universo, que ainda ...