Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

FAB realiza exercicio operacional no RS

 

A Força Aérea Brasileira (FAB) realiza no Sul do País, de 5 a 27 de novembro, o Exercício Operacional (EXOP) Tínia, treinamento militar que simulará o ambiente de uma guerra aérea convencional. As atividades aéreas e terrestres ocorrerem nas Alas 3 e 4, Organizações Militares subordinadas ao Comando de Preparo da Aeronáutica(COMPREP) localizadas em Canoas (RS) e Santa Maria (RS) respectivamente.

Este Exercício Operacional faz parte do calendário anual da FAB e tem como objetivo manter a operacionalidade da Força e de seus Esquadrões Aéreos, assim como dos Controladores de Tráfego Aéreo, dos Grupos de Defesa Antiaérea e de Comunicações e Controle, responsáveis pelo armamento e pelos radares e vigilância do espaço aéreo. 
treinamento visa simular um ambiente de guerra aérea convencional, também chamada de guerra regular, ou seja, quando há um conflito entre forças armadas de dois países ou alianças de Nações, por meio de combates aéreos que simulam a disputa de um
território.
O EXOP Tínia terá a participação de Esquadrões Aéreos advindos de todas as regiões do Brasil e mais de 35 aeronaves das Aviações de Caça, Reconhecimento, Asas Rotativas e Transporte. 
Também estarão envolvidas as unidades da FAB: Segundo Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (CINDACTA II); Primeiro Grupo de Comunicações e Controle (1º GCC); Grupos de Defesa Antiaérea (1º, 2º e 3º GDAAE) e do Exército Brasileiro, o Terceiro Grupo de Artilharia Antiaérea (3º GAAAE). 
Entre as aeronaves empregadas, estão os caças F-5M, A-1M e A-29; a aeronave-radar E-99; a aeronave de reconhecimento R-35; além das aeronaves de apoio e transporte logístico:C-99; C-130; C-105; KC-130 Hércules; KC-390 – novo cargueiro multimissão da FAB; e o helicóptero H-60L Black Hawk.
A Ala 3 – Base Aérea de Canoas e a Ala 4 – Base Aérea de Santa Maria receberão mais de 400 militares do efetivo de Unidades distribuídas por todo o País. Ao longo dos seus 23 dias de duração, serão praticadas diversas simulações de ações como: Escolta, Reconhecimento Aéreo, Controle e Alarme em Voo, Ataque, Varredura, Reabastecimento
em Voo, Posto de Comunicação no Ar, Defesa Aérea, Defesa Antiaérea e Transporte Aéreo Logístico. 
Os voos serão realizados em espaço aéreo reservado, localizado ao Sul do Estado, entre as duas cidades que sediam o exercício. 
A área escolhida não afetará a circulação aérea geral.
O Diretor do Exercício (DIREX) e Comandante da Ala 3, Brigadeiro do Ar Mauro Bellintani, ressalta a importância do treinamento para a FAB. “O objetivo desse Exercício é treinar guerra aérea convencional, para manter a operacionalidade da Força. E todo treinamento de grande porte se torna desafiador, pois cada vez mais nos exige competências diferenciadas no adestramento de todas as nossas capacidades”.
O COMPREP está à frente da atividade, que segue a proposta de adequar os treinamentos nacionais ao perfil comumente encontrado no cenário internacional. 
Um dos benefícios do EXOP Tinia é a capacidade de treinar a coordenação das manobras entre as duas localidades, Canoas e Santa Maria, podendo reunir mais de 20 aeronaves emuma mesma missão aérea composta.
SIGNIFICADO – Baseado na Mitologia Etrusca – povo que viveu na região da atual Toscana, na Itália – a palavra “Tínia” significa “Deus do Céu”, equivalente ao Deus Grego Zeus e ao Deus Romano Júpiter. 
Como um dos pilares do exercício operacional é o combate BVR (do inglês, Beyond Visual Range, ou seja, além do alcance visual) e o
domínio do espaço aéreo, nada mais significativo que denominar o Exercício com o “Deus do Céu”! O EXOP TÍNIA está na sua segunda edição, sendo a primeira ocorrida em 2019,
neste mesmo período e nas mesmas localidades do Sul do País.
PANDEMIA – Devido ao enfrentamento da emergência de saúde pública de importância nacional, em decorrência da pandemia internacional do novo corona vírus, e segundo as orientações contidas na Portaria nº 358/GC3 do COMAER, referente as ações de
combate ao COVID-19, a FAB informa que serão aplicadas todas as medidas de distanciamento e de proteção individual de todos os participantes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pela primeira vez, todas as 21 regiões Covid estão em bandeira vermelha

  O Rio Grande do Sul passa pelo momento mais crítico da pandemia de coronavírus. Com o número de pacientes internados em leitos clínicos e...