Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

Governo altera protocolos de bandeira vermelha para restaurantes e comércio não essencial

O Gabinete de Crise do governo do Estado deliberou, nesta tarde alterações nos protocolos sugeridos para a bandeira vermelha, que classifica as regiões como de alto risco epidemiológico.
As mudanças, que valerão a partir de amanhã, com a publicação de decreto, envolvem o comércio varejista não essencial, localizado em ruas, centros comerciais e shoppings, e o funcionamento de restaurantes.
"Como identificamos estabilização na demanda por internações em UTIs, ainda que em patamar elevado, para pacientes com Covid-19, decidimos alterar algumas regras a fim de estimular a economia do Estado", disse o governador Eduardo Leite.
Essas mudanças também foram debatidas e validadas com a Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs) e com as 27 associações regionais durante reunião na manhã de hoje.
PROTOCOLOS DE BANDEIRA VERMELHA
Comércio varejista não essencial (rua, centros comerciais e shoppings)
•Permite 25% trabalhadores (somente para estabelecimentos com mais de três trabalhadores).
• Respeito ao teto de ocupação (número máximo de pessoas conforme área do estabelecimento).
• Abertura exclusiva de quarta-feira a sábado, em horário reduzido, das 10h às 16h, para não coincidir com a movimentação de serviços essenciais.
Restaurantes :
• Atendimento presencial restrito passa a ser permitido na bandeira vermelha, com dias e horários reduzidos e reforço dos protocolos obrigatórios.
• Aviso visível aos frequentadores sobre a lotação máxima nas bandeiras amarela, laranja e vermelha, para reforçar distanciamento mínimo.
Na bandeira amarela, a lotação máxima é de 75%.
Na bandeira laranja, é de 50%.
Na bandeira vermelha, passa para 50% de trabalhadores e 25% de lotação, de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h.
• As modalidades de tele-entrega, drive-thru e pague e leve seguem permitidas durante todos os dias da semana.
 Restaurantes que se localizam em shoppings também estão inclusos na alteração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Jeferson Ennes recebe o Prêmio João Palma da Silva

Entregue ontem em sessão virtual da Câmara Municipal de Canoas o Premio João Palma da Silva ( Patrono do Tradicionalismo Canoense). O Prêmio...