Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

FETAG-RS participa de Videoconferência com a Ministra da Agricultura

Nesta tarde a FETAG-RS, a convite da CONTAG, participou de Videoconferência com a Ministra da Agricultura, Tereza Cristina e o Secretário de Agricultura Familiar e Cooperativismo, Fernando Schwank para entrega da pauta da CONTAG, FETAGs e Sindicatos em relação ao Plano Safra 2020/2021.
O Presidente da FETAG-RS, Carlos Joel da Silva, representou as três federações da região Sul – FETAG-RS, FETAESC e FETAEP. Em sua fala Joel, que é o coordenador do Sul, destacou que as medidas anunciadas pelo governo para a estiagem precisam chegar no agricultor, pois até o momento não foram regulamentadas pelas entidades financeiras.
Ainda, Joel reitera que “a agricultura familiar necessita de uma taxa de juros mais baixa no Plano Safra. Não podemos trabalhar com os juros no patamar que estão. E quanto ao Crédito Fundiário, ele precisa funcionar. Estamos cansados de tanto esperar o “tal” novo fluxo de contratação ser projetado. O fluxo de vida dos agricultores no campo está acontecendo dia após dia e sem perspectiva”.
Recursos suficientes no Plano Safra para custeio, investimento, assistência técnica e comercialização estiveram na pauta da discussão.
A Ministra Tereza Cristina pontuou que o Ministério acredita ser necessário diminuir juros para os agricultores familiares, médios e grandes produtores. O tema da assistência técnica também foi tratado e, segundo o Ministra, “é fundamental os agricultores terem assistência técnica, mas ela precisa ser universalizada, como também o acesso aos mercados para vender seus produtos”.
O secretário Fernando Schwanke anunciou que a discussão do Plano Safra será feita por seis grupos de trabalho, entre eles Assistência Técnica; Agrária; Crédito Fundiário; Crédito; Cooperativismo e Acesso a mercados; Seguro Rural e Garanti Safra.
No final da videoconferência a Ministra sinalizou a possibilidade do lançamento de um Plano Safra específico para a agricultura familiar.
“É necessário discutir ponto a ponto deste Plano Safra para que não sejamos pegos de surpresa com o anúncio do governo” finaliza Joel.

Fonte: Imprensa FETAG-RS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mais leitos de UTI exclusivos para Covid

A partir de hoje, Canoas conta com mais 10 leitos de UTI exclusivos para pacientes confirmados ou suspeitos de infecção pelo novo coronaví...