Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

Três escolas públicas de Canoas terão energia solar

A geração de energia limpa e renovável a partir de placas solares chegou à rede municipal de ensino de Canoas. A instalação do sistema próprio de geração de eletricidade já iniciou nas Escolas Municipais de Educação Infantil (EMEIs) Irma Schies Stefanny, no bairro Harmonia, Jornalista Marione Machado Leite, no bairro São José, e Ulisses Machado Filho, no bairro Estância Velha.
Com as 105 placas solares que as escolas receberam, as instituições devem economizar, em média, 90% nos gastos com a energia elétrica, o que representa uma economia anual estimada de R$ 12 mil, em cada escola. Além dessa economia, o objetivo da Prefeitura de Canoas também é aplicar esta tecnologia nos espaços públicos pela questão sustentável, utilizando uma forma limpa e renovável de energia.
O prefeito de Canoas, Luiz Carlos Busato, e a vice-prefeita, Gisele Uequed, estiveram nas escolas na manhã de ontem para supervisionar as instalações. De acordo com Busato, essas escolas foram escolhidas por terem uma estrutura já pronta para comportar o sistema, o que também ocorrerá com o restante da rede. “Com a economia na conta de luz, podemos investir no corpo docente, em equipamentos e em demais melhorias nas escolas. As três instituições são as primeiras de um projeto muito maior, que é a instalação de sistemas de energia solar fotovoltaica em todos os prédios públicos do município. É mais um avanço na educação de Canoas, que é a grande prioridade desta gestão”, ressalta o prefeito.
A vice-prefeita destaca o viés sustentável e de responsabilidade social da iniciativa. “A geração de energia limpa e renovável é fundamental para alcançarmos resultados eficazes em relação à preservação do meio ambiente. Além disso, a iniciativa ainda tem um efeito pedagógico porque proporciona a conscientização de toda a comunidade escolar. Investir em energia solar no setor da educação é pensar no futuro dos nossos alunos, da própria escola e de todos os canoenses”, comenta Gisele.
O secretário do Meio Ambiente (SMMA), Gustavo Rabaioli, afirma que o investimento foi de aproximadamente R$ 157 mil, com verbas oriundas de um Termo de Compensação Vegetal assinado com o ParkShopping Canoas. “O projeto de energia solar fotovoltaica foi pensado pela Secretaria do Meio Ambiente e idealizado pela Secretaria Municipal de Projetos Estratégicos da Prefeitura de Canoas. É uma iniciativa de suma importância tanto para as escolas, quanto para toda a comunidade de Canoas”, completa Gustavo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mão de obra prisional já produziu 300 mil máscaras faciais desde o início da pandemia

Assim que o novo coronavírus foi classificado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como pandemia, a Secretaria da Administração Penitenci...