Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

Expointer 2019 contará com 3.975 animais inscritos


A 42ª edição da Expointer contará com 3.975 animais de argola (animais que vão a julgamento). O número é 6,36% menor que o do ano passado. A redução foi causada pela queda de 76% nas inscrições de pássaros ornamentais. Por outro lado, o setor de bovinos leiteiros, um dos que concentram maiores volumes de negócios, teve aumento de 17,66% no número de animais, passando de 334 em 2018 para 393 este ano, de quatro raças. Já o total de inscrições de ovinos cresceu 10,3%, de 709 exemplares no ano passado para 782 animais, de 19 raças, nesta edição.
“O aumento no número de inscrições nesses dois setores indica otimismo dos produtores e boas expectativas de negócios”, acredita o secretário d Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, Covatti Filho. “Surpreendeu positivamente o número de inscrições nas raças de maior interesse financeiro, especialmente no gado de leite, indicando perspectivas de melhoria nos negócios desta cadeia”, avalia o subsecretário do Parque de Exposições Assis Brasil, José Arthur Martins.
No setor de equinos, houve redução de 6,32% no número de inscritos, de 918 no ano passado para 860 nesta feira. Conforme Paulo Andre Santos Coelho de Souza, veterinário responsável pela seção de Exposições e Feiras da Secretaria da Agricultura, a oscilação é considerada natural do momento. “Algumas provas tradicionais para equinos, por exemplo, não vão acontecer nessa edição. Também temos a coincidência de provas fora do Estado na mesma época da Expointer. Mas isso é natural e já aconteceu em outras edições da feira, sem influenciar nos resultados finais”, ressalta. 
Entre as novidades desta edição, está o retorno da raça gypsy horse à Expointer. Originária da Irlanda e associada aos povos ciganos, a raça de equinos não entrará nos julgamentos, mas marcará presença este ano com apresentações ao público. Entre os bovinos de corte, a Expointer de 2019 contará com o retorno de animais da raça canchim e a primeira participação da raça senepol.
As inscrições para os animais de argola se encerraram na segunda feira . As associações de criadores têm ainda até 10 de agosto para inscrever animais rústicos de prova e animais para leilão e comercialização. O número total de animais inscritos para a Expointer deve crescer até o dia da feira.
Os animais poderão ser vistos em 19 locais específicos para julgamentos e nove locais de leilões. Para 2019, a expectativa da organização é manter os bons números de comercialização de animais. Em 2018 a cifra chegou a R$ 10,2 milhões.
Além dos julgamentos e leilões de animais, a Expointer terá em sua programação o desfile dos campeões, palestras técnicas, feira da agricultura familiar e espetáculos artísticos, entre várias outras atrações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Morre Wilson Dantur, autor da letra do Hino de Canoas,

Canoas minha terra Município de valor Coração que dentro encerra Tanta bravura tanto amor. Morreu, hoje aos 93 anos Wilson ...