Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

População escolherá nomes de dois filhotes do Mini Zoo

A Prefeitura de Canoas,lançou ontem  a  votação na página do Facebook para que a população escolha os nomes de dois filhotes de animais silvestres que chegaram ao Mini Zoo em outubro, um ouriço-cacheiro e um gato maracajá, ambos fêmeas. Após um período de atividade nas escolas de educação infantil e de ensino fundamental, os alunos da rede municipal enviaram para a Secretaria Municipal do Meio Ambiente as suas sugestões de nomes para os dois animais. Uma comissão julgadora com representantes da Prefeitura escolheu duas opções de nome para cada uma das filhotes, que serão colocadas em votação na página da Prefeitura de Canoas no Facebook a partir desta quarta.
Os nomes que estarão disponíveis para votação são: Mel ou Miara para a gata e Valentina ou Lina para a ouriço. Alunos da Escola Municipal de Educação Infantil (EMEI) Meu Pedacinho de Chão sugeriram Mel para a gata, enquanto Miara foi uma escolha dos estudantes da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Assis Brasil. Quem optou por Valentina para a filhote de ouriço-cacheiro foram os pequenos da EMEI Vovó Doralice, enquanto o nome Lina partiu dos alunos da EMEI Ulisses Machado Filho.
O resultado da votação no Facebook será conhecido no dia 21 de novembro.
História dos filhotes :
No começo do mês, nasceu uma fêmea de ouriço-cacheiro, um roedor de pequeno porte. Ainda em outubro, chegou ao local um filhote de gato maracajá, também fêmea. A gata foi encontrada na zona rural de Santa Rosa pela patrulha ambiental da Brigada Militar depois que a mãe foi atropelada.
O Mini Zoo de Canoas tem um recinto com oito gatos do mato. O gato macaraja é uma espécie ameaçada de extinção. A gatinha que chegou em outubro está passando apenas um período no zoológico, com a finalidade de reabilitá-la para posterior soltura ou destinação.
A filhote de ouriço-cacheiro é o quinto animal da espécie no zoológico do Parque Getúlio Vargas. A família começou a partir do casal Barth e Flor, que chegaram em momentos diferentes a Canoas. Em 2016, tiveram dois filhotes machos. A fêmea nasceu em outubro deste ano. "A reprodução em cativeiro do ouriço-cacheiro não é muito comum. Nesse caso, como já temos três filhotes, podemos considerar que há um sucesso reprodutivo, eles estão bem adaptados ao ambiente", destacou o médico veterinário do Mini Zoo, Elisandro Santos.
Os dois filhotes permanecem sob cuidados da equipe do zoológico e por enquanto não estão expostos a visitação.
Saiba mais sobre as duas espécies

Ouriço-cacheiro:
É um tipo de roedor de pequeno porte. O adulto chega a pesar no máximo 1kg. A característica que mais chama a atenção são os espinhos, que são pelos adaptados para proteger o animal dos inimigos. Ao contrário do que muitos pensam, o ouriço-cacheiro não lança os espinhos: eles se desprendem no toque. Os ouriços usam a cauda para se prender nos galhos das árvores. À noite, saem em busca de alimento. Comem basicamente frutos e folhas.
Gato maracajá:

O gato macarajá é uma espécie ameaçada de extinção. É um felino de pequeno porte. Semelhante à jaguatirica, pode ser confundido com o gato do mato. No entanto, a cabeça e o corpo são menores e a cauda é mais longa. Os olhos são protuberantes e as patas são grandes na comparação com o tamanho do animal. O peso máximo do gato maracajá gira em torno dos 5 kg. Tem hábitos noturnos e costuma se alimentar de pequenos roedores e aves.
Fonte: PMC

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Imigrantes venezuelanos chegam hoje a Canoas

Nesta tarde, casais venezuelanos com filhos desembarcarão no Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, e seguem até Canoas. As famílias fi...