Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

Brasil é o quarto país do mundo em número de diabéticos

O Diabetes Mellitus é um conjunto de doenças que possuem em comum a presença de excesso de glicose (uma forma de açúcar) no sangue. Apesar de muitas vezes o diabetes não causar sintomas, o que pode retardar o diagnóstico ou levar ao abandono do acompanhamento médico, seu diagnóstico precoce é fundamental para evitar complicações de longo prazo, como insuficiência renal, perda da visão e doenças cardiovasculares. Infelizmente, estima-se que 24% dos brasileiros com diabetes não sabem ser portadores desta doença.
O tipo mais comum de diabetes é o 2, responsável por 90% dos casos da doença.Este tipo de diabetes é causado por vários fatores, incluindo genética, hábitos de vida e influências do ambiente. Os fatores relacionados ao estilo de vida, como o sedentarismo, o consumo abusivo de açúcares e gorduras saturadas e o consequente excesso de peso estão intimamente ligados ao desenvolvimento deste tipo de diabetes”, afirma o endocrinologista Tiago Schuch, do Hospital Universitário de Canoas, administrado pelo Grupo de Apoio à Medicina Preventiva e à Saúde Pública (GAMP).
Buscar manter hábitos saudáveis, como alimentação adequada, prática de exercícios físicos e manutenção do peso normal é fundamental para a prevenção deste problema. O tratamento envolve mudanças de comportamento, dieta, uso de medicações orais e, eventualmente uso de insulina.
O diabetes tipo 1 é uma doença causada por predisposição genética a defeitos em nosso sistema imunológico, que levará a perda das células que produzem insulina em nosso corpo. “Apesar do diagnóstico deste tipo de diabetes ocorrer mais comumente em crianças e adolescentes, ele também poderá ser diagnosticado em pessoas adultas. Seu tratamento envolve cuidados alimentares e o uso de diferentes tipos de insulina”, ressalta Schuch.
Há ainda o diabetes gestacional, que ocorre durante a gestação e tem fatores de risco semelhantes aos do diabetes tipo 2. Se não tratado corretamente, este tipo de diabetes pode causar problemas no crescimento do bebê e também aumenta o risco de diabetes futuro na mãe.
“O diagnóstico do diabetes é feito a partir de um simples exame de sangue. Alguns sintomas que devem levantar a suspeita são sede e fome excessivas, aumento do volume de urina, alterações na qualidade da visão, cansaço, perda de peso não explicada e alteração na cicatrização de feridas. Como nem sempre o diabetes apresenta sintomas no início de sua evolução, converse com seu médico para saber se você deveria fazer um teste para diabetes”, alerta o endocrinologista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Cultura Basilar ponto de vista por Paixão Cortês

Não podemos admitir que as pessoas enriqueçam financeiramente, tão somente, mas que tenhamos um posicionamento que represente o desenvolvi...