Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

Definida primeira feira de adoção do Centro de Bem-Estar Animal

O prefeito Luiz Carlos Busato e a vice-prefeita Gisele Uequed receberam, ontem, representantes da causa animal para discutir o futuro da política de proteção animal do município e também do Centro de Bem-Estar Animal (CBEA). A vice-prefeita, que está em licença-maternidade, participou da reunião, já que vem conduzindo o diálogo com a rede de protetores desde o começo deste ano.
No encontro, que teve a participação do vereador Cris Moraes e da deputada estadual Regina Becker Fortunati, foi anunciada a data da primeira feira de adoção do CBEA, que ocorrerá no dia 11 de novembro, na sede do centro, na avenida Boqueirão, nº 1.985. O prefeito e a vice-prefeita também reforçaram que o atendimento externo no Centro de Bem-Estar Animal será retomado dentro de 45 dias. "Foi uma construção coletiva, com a participação de integrantes da rede de proteção junto ao poder público. É um ótimo exemplo de como a comunidade e a administração devem trabalhar juntos", pontuou a vice-prefeita Gisele Uequed.
O secretário do Meio Ambiente, Paulo Paim, relatou aos representantes da rede de proteção animal que a Prefeitura vai alugar um container, que será colocado junto ao prédio do CBEA para funcionar como uma estrutura provisória onde serão realizados os atendimentos. "O CBEA está em obras, tudo está sendo reformado, desde canis até sala de cirurgia. Portanto, não temos como, a curto prazo, ter nenhum tipo de atendimento nas instalações fixas do centro. Como a demanda é muito grande, vamos recorrer a esta estrutura transitória", detalhou.
Castração móvel:

Também foi anunciada na reunião uma ação que integra a política de bem-estar animal do município: o programa de castração móvel. A Prefeitura de Canoas vai disponibilizar uma estrutura clínica volante que possa ir até os bairros afim de realizar os procedimentos.
O foco da castração móvel serão os animais errantes e comunitários, que vivem nas ruas e parques, além dos animais da população de baixa renda e aqueles que vivem com acumuladores. O trabalho será construído em parceria com a rede de protetores.


Comissão da causa animal:

No encontro, ficou acertada a criação de uma comissão da causa animal para trabalhar junto com o governo, composta pelos representantes de protetores, voluntários e ativistas: Mônica Ulrich, Eliane Tavares, João Batista e Charles Carvalho Aires. O grupo já vem participando de reuniões com a administração municipal desde janeiro.

O objetivo é a construção conjunta da política de bem-estar animal de Canoas. A rede de protetores deve participar ativamente de novos projetos, trazendo sugestões e fiscalizando as ações do poder público.
Fonte:Secom/PMC

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Telefonistas do SAMU Estadual paralizam atividades

Telefonistas do Samu Estadual paralisaram as atividades às 19h. Ligações de urgência não chegam aos médicos . Decisão essa tomada devi...