Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

Otto Guerra é o homenageado do 45º Festival de Cinema de Gramado com o troféu Eduardo Abelin

Em sua edição comemorativa de 45 anos, o Festival de Cinema de Gramado presta homenagem a um de seus grandes amigos e incentivadores. Recebendo o troféu Eduardo Abelin, o diretor gaúcho Otto Guerra, que há mais de quatro décadas faz carreira no cinema de animação, marcará presença no Palácio dos Festivais para ter sua carreira celebrada pelo evento serrano. Destinado a diretores, cineastas ou entidades de cinema brasileiros, o troféu Eduardo Abelin foi criado em 2003 e já homenageou, em suas últimas edições, nomes como José Mojica Marins, Zelito Viana, Walter Carvalho e Arnaldo Jabor. Em 2017, a homenagem a Otto Guerra acontece no ano em que é celebrado o centenário da animação no Brasil.
Com longa trajetória em Gramado, Otto esteve pela primeira vez no Festival em 1984 com a produção "O Natal do Burrinho", que lhe rendeu o prêmio de melhor filme na Mostra Gaúcha de Curtas. Desde então, o cineasta teve seus trabalhos premiados em outras seis edições do evento, sendo a mais recente em 2013, com o longa-metragem "Até Que a Sbórnia nos Separe", vencedor dos prêmios de melhor filme pelo júri popular e direção de arte. "Nave Mãe", “Novela", "O Reino Azul", "Treiler" e "As Cobras" foram outros filmes de Otto consagrados em Gramado. "Esse tipo de legitimação, quando pessoas da área reconhecem o teu trabalho, dá um significado, um propósito", conta o homenageado.
Otto, que diz sempre ter priorizado o Festival de Cinema de Gramado como a primeira janela de exibição para os seus filmes de ficção, começa apenas agora a assimilar a importância de um prêmio honorário como o troféu Eduardo Abelin. "Minha primeira homenagem foi no Anima Mundi, aos 44 anos. Na época, pensei que eles estavam me matando cedo demais, mas agora o tempo passou, cheguei aos 60 e talvez esteja na hora de fazer alguma coisa porque já me sinto um guri velho!", brinca Otto, que atualmente trabalha na animação "A Cidade dos Piratas", baseada no trabalho da cartunista Laerte e com previsão de lançamento para 2018.
O 45º Festival de Cinema de Gramado acontece entre os dias 17 e 26 de agosto, com a entrega do troféu Eduardo Abelin para Otto Guerra marcada para a noite do dia 19 no Palácio dos Festivais.
Fonte:Pauta Assessoria


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prêmio Tradicionalista João Palma da Silva.

A Câmara Municipal de Canoas realizou,   a entrega do Prêmio Tradicionalista João Palma da Silva. O homenageado desta edição foi Alexandr...