Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

Sicredi direciona R$ 7,10 bilhões ao novo ciclo Plano Safra para RS e SC

Para o novo Ciclo Plano Safra 2017/2018, o Sicredi está direcionando R$ 7,10 bilhões em crédito rural para Rio Grande do Sul e Santa Catarina, representando 20% a mais sobre o ciclo anterior (2016/2017) e com estimativa de realizar cerca de 118 mil operações. Desse total, R$ 5,8 bilhões vão para custeio, comercialização e investimento em linhas do Pronaf, do Pronamp, e demais Produtos. E mais, R$ 1,30 bilhão será direcionado para operações com fontes do BNDES.
No encerramento do ciclo anterior (2016/2017), no RS e SC, o Sicredi liberou mais de R$ 5,9 bilhões em crédito provenientes de 107 mil operações realizadas. “Como nosso olhar está direcionado para o crescimento sustentável do associado, buscamos entender suas necessidades para apoiá-lo no financiamento da produção. Assim, conseguimos gerar um efeito positivo que se estende a toda a comunidade”, pondera o diretor executivo da Central Sicredi Sul Sudeste, Gerson Seefeld.
Ao todo no Brasil, o Sistema Sicredi está disponibilizando mais de R$ 14,8 bilhões em crédito rural para o Plano Safra 2017/2018, projetando atingir cerca de 195 mil operações, entre custeio e investimento. No fechamento consolidado nacional do ciclo Safra 2016/2017, o Sistema Sicredi liberou mais de R$ 11,3 bilhões em custeio e investimento, sendo 39% superior que na safra anterior (2015/2016), com a realização mais de 150 mil operações. E desse total, R$ 1,7 bilhão foram liberados via recursos do BNDES.

Agricultura e Agroindústria Familiar :
 No Brasil, cerca de 72% dos alimentos que chegam às mesas é produzido pela Agricultura Familiar, segundo dados da ONU. O segmento é um diferencial estratégico para o crescimento da competitividade do Brasil.
O pequeno e médio produtor rural e a agroindústria familiar seguem como o segmento mais atendido pelo Sicredi no Brasil. E no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina, este segmento representou 83,8% das operações realizadas no ciclo 2016/2017, que se encerrou.
Segundo o BNDES, o Sicredi é a 3ª instituição financeira na liberação de crédito rural e a 1ª no segmento da agricultura e agroindústria familiar no Brasil. “Este posicionamento foi construído, justamente, pela nossa identidade e origem com os valores e o entendimento das necessidades da agricultura familiar e a proximidade com os associados”, ressalta Seefeld.
Fonte: Kátya Desessards
Assessora Relação com Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Carreta com torre eólica tomba na BR 116

Uma carreta carregando parte de uma torre eólica tombou na BR 116, em Guaíba. O veículo, que vinha do Sul do Estado, sofreu o acidente en...