Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

Nota de Repúdio da FIRS ao texto publicado pelo PSOL sobre Shimon Peres

A Federação Israelita do Rio Grande do Sul – FIRS, representante da Comunidade Judaica Gaúcha, expressa sua indignação pela publicação, no dia 9 de outubro, do texto "Shimon Peres – Morreu o genocida prêmio Nobel da Paz" (http://bit.ly/2dMySTS), no site da CST – Corrente Socialista dos Trabalhadores, baseado no Rio de Janeiro, grupo que faz parte do quadro político do PSOL – Partido Socialismo e Liberdade.
O texto, além de mentiroso, difamatório e maniqueísta, incita o ódio ao Estado de Israel, ao Sionismo e, por consequência, ofende a todo o Povo Judeu, sua história de perseguições, sua luta pela autodeterminação e o direito de retorno para sua terra ancestral.
Mesmo respeitando a democracia, a pluralidade de ideias e a liberdade de expressão, é inadmissível tolerar uma manifestação de conteúdo racista, antissemita e torpe vinda de um órgão constituído e reconhecido por um partido político brasileiro.
Posturas como essa ferem não só a constituição de nosso país, mas também contribuem para a desinformação do publico e não colaboram, em nada, para uma solução pacífica do conflito. Pelo contrario, o texto da CST corrobora com a ideia de um novo Holocausto e da extinção do Estado de Israel. As lideranças políticas que se calam diante deste tipo de discurso são diretamente responsáveis pela manutenção do preconceito com consequências potencialmente nefastas em nossa sociedade.
Infelizmente o assunto não é novo. O CST e sua liderança é reincidente e o assunto já foi motivo de conversa, há pouco tempo, entre a FIRS e Luciana Genro, candidata à Prefeitura de Porto Alegre nas últimas eleições e uma das principais líderes do partido em nível nacional.
Desta forma, a FIRS, se irmana à Federação Israelita do Estado do Rio de Janeiro, à CONIB e demais federadas, pedindo à Direção Nacional do PSOL medidas severas frente a este disparate político e seus perpetradores, que através de seus posicionamentos xenófobos e violentos, não trazem nada de positivo, nem para o partido, muito menos para a sociedade brasileira.

Federação Israelita do Rio Grande do Sul.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Senado devolve mandato a Aécio Neves

O Senado determinou o retorno de Aécio Neves (PSDB-MG) às suas funções de parlamentar. Por 44 votos a 26, a Casa derrubou decisão do Supr...