Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

Operação Clístenes,desarticula grupo que prometia fraudar eleições

Apelidada de Operação Clístenes, a Polícia Federal do Rio Grande do Sul (PF-RS) desencadeou hoje , uma operação para desarticular um grupo que prometia fraudar as eleições municipais deste ano em diversos municípios da Região Metropolitana, inclusive Canoas. Mandados de busca e apreensão e condução coercitiva foram realizados na cidade.
Três mandatos de prisão preventiva foram cumpridos: dois em Brasília e um em Xangrilá. As conduções, além de Canoas e Xangrilá, ocorreram também em Piripiri e Piauí. As buscas foram em Canoas, Xangrilá, Goiânia e Brasília. A denúncia partiu de um prefeito da região que não teve a identidade revelada.
O esquema, segundo o grupo, era através de um contato com a empresa que atualiza o software (o conjunto de componentes lógicos de um computador ou sistema de processamento de dados que controla o aparelho) das urnas eletrônicas. Os valores para a fraude variavam de R$ 5 milhões para prefeito e R$ 600,00 para vereador.
A constatação da Polícia Federal é de que se tratava de um estelionato, quando se induz alguém a uma falsa concepção para obter vantagens ilícitas. “Os presos responderão pelos crimes de estelionato e organização criminosa, cujas penas somada variam de quatro a treze anos de reclusão”, publicou a polícia em sua conta no Twitter.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Explosão de caldeira faz vitimas fatais em Taquara

Duas pessoas morreram nesta manhã  na explosão de uma caldeira em um frigorífico localizado na cidade de Taquara, no Vale do Paranhana. ...