Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

Sicredi fecha 1º semestre com resultados positivos e crescimento consolidado no RS e em SC

O Sicredi encerra o 1º semestre de 2016 com um cenário diferente da atual realidade da economia brasileira. No Rio Grande do Sul e em Santa Catarina, a operação acumulada do 1º semestre do ano fechou com saldo positivo, somando ativos totais administrados acima de R$ 30,41 bilhões, que representa 17,68% de crescimento sobre igual período de 2015.
 A instituição financeira cooperativa conseguiu concretizar as projeções apresentadas no início do ano quando, mesmo com cautela, se mostrou otimista por vislumbrar oportunidades de geração de negócios. São nas situações onde a economia mostra dificuldades é que deveremos ter olhos para perceber as oportunidades. Ou saber cria-las. É importante que nesse período sensível da nossa economia, se faça a leitura correta do mercado e não se generalize perdas e retrações. Com essa postura, não se gera crise onde ela não se instalou, ressalta Gerson Seefeld, diretor executivo da Central Sicredi Sul.

As sobras acumuladas no 1º semestre somam mais de R$ 450,32 milhões, apontando crescimento de 14,70% sobre o ano passado.

Com base nesse desempenho alcançado, o executivo lembra que as previsões apontadas no início do ano, já foram superadas e reafirma a viabilidade da estratégia de expansão e crescimento no fechamento de 2016. Fruto do perfil empreendedor do Sicredi que, segundo ele, vem da sua capacidade de adaptação nas dificuldades, e do planejamento rigoroso de cada processo de crescimento. Não há mágica. Há muito trabalho e um entendimento das cooperativas e associados para se engajarem na preservação da integridade do negócio, na qual eles são os donos. Essa é a fórmula do Sicredi para conseguir manter crescimento e desempenho positivos frente as adversidades econômicas que o mercado passa atualmente, pondera Seefeld.
 E nesta lógica, as 42 cooperativas do Rio Grande do Sul e Santa Catarina filiadas ao Sistema Sicredi, que possuem 672 pontos de atendimento sendo 579 no RS (92% de cobertura do estado) e 93 em SC (31,96% de cobertura do estado), somaram 1.666.012 associados, representando aumento de 4,97% no período. O patrimônio líquido ficou acima dos R$ 4,43 bilhões, representando uma evolução de 19,50% sobre o ano passado. Os depósitos totais cresceram 18,92%, somando mais de R$ 17,96 bilhões (significando share de 14,03%, conforme o Banco Central).

POUPANÇA: o grande ativo do Sicredi na solidez do crescimento
O Sicredi está mostrando com ações e atitudes que há caminhos que levam ao crescimento e desenvolvimento, quando as comunidades se unem no propósito de todos trabalharem em cooperação.
O reflexo direto desta postura culminou no desempenho positivo total da caderneta de poupança do Sicredi e, em especial, no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina, onde se registrou os maiores percentuais de depósitos. De janeiro a junho, o crescimento ultrapassou os R$ 3,20 bilhões, sendo 27,67% superior ao registrado em igual período de 2015 na soma da captação geral das 42 cooperativas do RS e SC e ficando acima, também, do desempenho médio desses mercados regionais, de janeiro a junho, que apontou um decréscimo do saldo em poupança no período.
 Para o diretor, o grande impulsionador do resultado da Carteira de Poupança do Sicredi, no RS e SC, é a relação direta entre a captação e o desenvolvimento que gera, pois, os recursos captados ficam nas comunidades onde são reinvestidos conforme as necessidades locais. Além de reforçar nossa credibilidade e mostrar a solidez do nosso empreendimento, a carteira de poupança nos possibilita viabilizar o financiamento do agronegócio. Seefeld explica que o grande desafio estratégico do Sicredi é o fortalecimento da captação em poupança para o custeio do crédito rural, e para novas oportunidades de financiar projetos e atividades dos associados.

 No Brasil, a carteira de poupança do Sistema Sicredi - que engloba 121 cooperativas filiadas e mais de 3,3 milhões de associados - registrou, em junho, um incremento líquido de R$ 350 milhões o que soma mais de R$ 5,8 bilhões. O resultado representa um aumento de 6,4% na comparação com o mês anterior, enquanto o sistema financeiro manteve a carteira praticamente estável, com crescimento de apenas 0,06%.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gravatai vai solicitar apoio da Força Nacional de Segurança

O prefeito de Gravataí, Marco Alba (PMDB), vai solicitar, a presença da Força Nacional de Segurança na cidade. A decisão do prefeito leva...