Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

Arroio Dilúvio ganhará barreira ecológica para tratar resíduos

Para conter o acúmulo de lixo no Arroio Dilúvio e impedir que ele chegue ao Lago Guaíba, uma parceria entre a Prefeitura de Porto Alegre e a iniciativa privada foi firmada para a implantação do projeto Eco Barreira. Hoje, o prefeito José Fortunati acompanhou o andamento da obra no Arroio Dilúvio, que deverá ser inaugurada no mês de março. A barreira ecológica em Porto Alegre, com as estruturas compostas no projeto, é uma obra pioneira na América Latina. 
A estrutura será instalada no curso d’água, no trecho entre as avenidas Edvaldo Pereira Paiva e Beira Rio, proximidades da foz do arroio. A base da obra é composta de pórtico, troller, esteira, monovia e contêiner de coleta. Junto com essa estrutura de 20 centímetros de profundidade será implantado um novo sistema de cobertura com plantas e raízes que ajudam na limpeza da água - as chamadas ilhas flutuantes.  
O projeto foi idealizado pela empresa Safeweb e será implantado em caráter experimental, sem ônus para o município. O prefeito destacou que a iniciativa foi aprovada pelos benefícios apresentados em relação a sustentabilidade. “Infelizmente, o poder público não pode utilizar recursos públicos para fazer testes. É uma iniciativa ousada, mas com base cientifica e que já foi implantada em vários lugares do mundo. Nosso objetivo é melhorar as condições de sustentabilidade na nossa cidade”, disse Fortunati.  
Conforme o prefeito, são dois sistemas inovadores que permitirão que a água que passa pelo Arroio Dilúvio chegue no Lago Guaíba em melhores condições. Além disso, lembrou o trabalho realizado para conscientização da população para o descarte irregular de resíduos sólidos no arroio, tanto em Porto Alegre como em Viamão.   
 “A ideia da barreira ecológica veio da necessidade de tentar ajudar a limpar o Lago Guaíba. Nossa idéia é fazer outras ações ao longo do arroio para contribuir com a diminuição do lixo”, ressaltou o vice-diretor da empresa responsável pela projeto, Luis Carlos Zancanella Junior.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Semana da Diversidade tem atividade no calçadão

A Diretoria das Políticas das Diversidades e Comunidades Tradicionais de Canoas, em parceria com o Conselho LGBT e a Secretaria Municipal...