Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

Coletiva Almoço ADJORI - Governador Sartori

O governador José Ivo Sartori concedeu hoje entrevista no Palácio Piratini, aos veículos integrantes da Associação dos Jornais do Interior do RS (Adjori), presidida por Renato César de Carvalho. Este foi o primeiro de uma série de encontros do governador com a imprensa de todo o Estado para fazer um balanço do primeiro ano de gestão.
Sartori destacou como as principais marcas deste primeiro ano de governo a transparência e a verdade, a austeridade com o gasto público e a mudança na estrutura do Estado, “para torná-lo sustentável e permitir seu crescimento”.

Lei de Responsabilidade Fiscal:

Para o governador, a aprovação da Lei de Responsabilidade Fiscal Estadual é a forma de estabelecer regras para limitação do crescimento da despesa com pessoal e custeio para todos os poderes, propondo mecanismos de controle das finanças públicas. “Com esse projeto pioneiro, os gestores ficam proibidos de comprometer despesas sem garantia de receita, evitando novas crises no futuro”.

Segurança:

Sobre a área da segurança pública, o destaque foi à apreensão de mais de 7,8 toneladas de drogas e 1,3 mil detenções pela Polícia Civil e mais de 100 mil prisões efetuadas pela Brigada Militar (de janeiro a outubro), das quais 13,7% delas ocorridas em Porto Alegre. Foram mais de 2,5 mil inspeções em desmanches e 131 mil barreiras policiais que resultaram na fiscalização de mais de 3,7 mil veículos. “Reconhecemos a existência de dificuldades, e o Estado não se exime das responsabilidades. O trabalho é longo, mas estamos botando a casa em ordem para que possamos avançar”, avaliou.  

Saúde:

Outro aspecto relevante da gestão foi o esforço do governo para cumprir com os 12% de recursos constitucionais para Saúde. De acordo com o governador, a Secretaria da Saúde repassou R$ 717,7 milhões aos hospitais com recursos estaduais e mais R$ 750,3 milhões de recursos federais. Para atenção básica, foram destinados R$ 97,6 milhões. Outros R$ 12,7 milhões foram repassados para a assistência farmacêutica. Pelo programa Funafir III, foi aberta linha de crédito de R$ 300 milhões para 207 hospitais filantrópicos e santas casas. 

Educação:

O governador afirmou que, apesar das dificuldades financeiras, o Estado destinou R$ 112 milhões para obras escolares e lança nesta quarta-feira, o programa 'Escola Melhor: Sociedade Melhor', com a assinatura das primeiras parcerias entre estabelecimentos de ensino e empresas ou pessoas físicas. Com esta iniciativa, a Secretaria da Educação pretende incentivar a sociedade a participar de um grande mutirão de recuperação dos prédios escolares. Foram entregues de 28,6 mil netbooks em 666 escolas estudais. Já foram instaladas 1,3 mil Comissões Internas de Prevenção de Acidentes e Violência Escolar (Cipaves). Mais de 48 mil professores receberam formação continuada. 

A imprensa canoense esteve representada pelo jornal O Timoneiro,O Pequeno Aprendiz e pelos sites Minha Querência e Grupo Voz Nativa de Comunicações.

Acompanharam a entrevista os secretários de Políticas Sociais, Maria Helena Sartori, da Casa Civil, Márcio Biolchi, e da Comunicação, Cleber Benvegnú.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Morre a atriz Eva Todor

Morreu hoje decorrente de uma pneumonia aos 98 anos a atriz Eva Todor. O velório ocorre amanhã das 9 às 11 h no Teatro Municipal do Rio d...