Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

Morte por gripe reforça a importância da vacinação

A morte de uma idosa de 85 anos em Canoas, em consequência de gripe A, reforça a importância da vacinação contra o vírus influenza. As doses estão disponíveis em todas as unidades básicas de saúde, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. A campanha, que já foi prorrogada, será encerrada em 5 de junho.
"Todos os anos, ocorrem óbitos pela influenza sazonal, como foi esse caso. Não tivemos casos de H1N1 neste ano. Recomendamos a vacinação, porque o resultado é a redução dos casos graves, com diminuição das internações e das mortes. Com a prorrogação da campanha de vacinação, a recomendação é que os integrantes do grupo de risco que, ainda não foram imunizados, busquem a unidade básica de saúde. O fornecimento das doses de vacina foi totalmente normalizado", comentou o secretário municipal de Saúde, Marcelo Bósio.
Desde o início da campanha, em 27 de abril, o Estado vinha disponibilizado um número baixo de doses para Canoas. Por vezes, isso deixou algumas UBS sem vacinação. Mas, agora, a situação se normalizou, com a chegada de todas as doses voltadas para o público-alvo.
As doses da vacina protegem contra os três tipos mais comuns de vírus Influenza (A H1N1, A H3N2 e B). A campanha tem como objetivo a redução das complicações, das internações e da mortalidade decorrentes das infecções pelo vírus da influenza.

Família monitorada e orientada:

A idosa, que morreu no Hospital Nossa Senhora das Graças, na semana passada, foi vítima do vírus influenza A, pelo subtipo H3/Sazonal. Esse é um tipo de gripe que sempre causou mortes, antes mesmo do surgimento do vírus H1N1. 
Antigamente, as mortes por esse subtipo do vírus influenza não chegavam a ser notificadas.
Familiares da vítima foram contatados e orientados por profissionais da Unidade de Coordenação Epidemiológica e Informações, da Diretoria de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

Fonte: Luiz Roese – Secom/PMC

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Feira da Agricultura Familiar começa amanhã na Capital

A Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead)  promove entre os dias 11 a 14 de dezembro, a Feira da...