Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

Novembro Negro recebe visitantes de São José dos Ausentes

A iniciativa Novembro Negro, realizada em Canoas, está despertando atenção de grupos de outros municípios. Ontem, alunos e professores de São José dos Ausentes estiveram na cidade para conhecer o projeto e também o Quilombo Chácara das Rosas. O evento é promovido pela Coordenadoria Municipal de Políticas para Igualdade Racial (CMPIR) e Secretaria Municipal de Educação de Canoas (SME).

O grupo de alunos de Ensino Médio da Escola Estadual Antônio Inácio Velho, acompanhados por cinco professores, foram recebidos na Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Ceará, no Bairro Mathias Velho. No local, eles almoçaram e participaram de uma oficina de capoeira e percussão. Os jovens da Casa das Juventudes, do Bairro Guajuviras, acompanharam os visitantes até o Parque Getúlio Vargas, o Capão do Corvo, e ao Quilombo Chácara das Rosas.

No Quilombo:


A quilombola Tia Carminha, 80 anos, contou aos visitantes um pouco da trajetória do Quilombo, as dificuldades e as lutas que fizeram para serem reconhecidos e ter direito à terra. O local já recebeu várias melhorias com programas dos governos Federal e Municipal. Durante a visita, os estudantes conheceram trabalhos artesanais, oficinas e o terreiro religioso. Foi servido atã, bebida do orixá Ogum, que é o que rege o Quilombo, feita com frutas e suco.

Conforme o secretário especial da CMPIR, Sidiclei Mancy, que também acompanhou o grupo de visitantes, os professores ficaram entusiasmados com as iniciativas em Canoas e o Novembro Negro. A coordenação do grupo visitante informou que vai relatar ao prefeito de São José dos Ausentes, Paulo Roberto Paim Guimarães, a importância de implantar políticas públicas sobre igualdade racial. A cidade de quatro mil habitantes tem histórico de influência africana. 

Novembro Negro:



Novembro é um mês especial para discutir as políticas públicas de igualdade racial. Várias são as atividades que estão sendo desenvolvidas, principalmente nas escolas municipais. Entre as atrações estão: Museu do Negro; seminário sobre saúde da população negra; debates sobre a consciência e cultura negra; contação de histórias afro-brasileiras e africanas; pesquisas sobre Umbanda e Candomblé; mostra de fotografia; cinema negro;  e feira da diversidade.
Fonte:Secom/PMC

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Morre a atriz Eva Todor

Morreu hoje decorrente de uma pneumonia aos 98 anos a atriz Eva Todor. O velório ocorre amanhã das 9 às 11 h no Teatro Municipal do Rio d...