Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

20 anos sem Mussum

A data de hoje marca 20 anos desde o falecimento († 29/07/1994) do Mussum, o ator, comediante e sambista brasileiro que fez a alegria de crianças e adultos por quase três décadas na tv e nos cinemas. Mussum morreu em 1994 com apenas 53 anos, durante um transplante de coração, deixando como lembrança o seu eterno bom humor, suas micagens e as constantes piadas terminadas com “ildis” — cacildis (entre tantas outras, como o bordão “dor no forévis”).
Nascido Antônio Carlos Bernardes Gomes, poucos sabem que seu apelido Mussum foi dado por Grande Otelo, inspirado em um peixe escorregadio e liso, homenageando o “jogo de cintura” do artista. Ele também era conhecido como “Mumu da Mangueira”, por causa de sua paixão pela escola de samba carioca
Além da sua já conhecida participação na série de TV “Os Trapalhões”, oportunidade que lançou de vez Mussum ao estrelato, ele  participou de 26 filmes com os companheiros Didi (Renato Aragão), Dedé (Manfried Sant’Anna) e Zacarias (Mauro Faccio Gonçalves).
Sempre procurando um “mé”, Mussum fazia inúmeras alusões à cachaça, sua bebida favorita. Além disso, o personagem fazia críticas sociais dentro de contextos cômicos, com frases como “quero morrer prêtis se eu estiver mentindo”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

1ª Cavalgada Contra o Câncer de Mama de Nova Santa Rita.

A presidenta do Legislativo Municipal de Nova Sta.Rita, vereadora Ieda Bilhalva , recebeu das mulheres do Piquete Campesinos o convite p...