Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

10 anos da morte de Leonel Brizola

Há 10 anos, em 21 de junho de 2004, morreu aos 82 anos no Rio de Janeiro, Leonel de Moura Brizola. Vítima de um enfarte depois do agravamento de uma forte gripe, o gaúcho do interior de Carazinho, que foi um dos grandes pilares do trabalhismo brasileiro, deixou sua marca firme e entusiasmada na história da política nacional. Duas vezes governador do Rio de Janeiro e uma do Rio Grande do Sul, prefeito de Porto Alegre e deputado estadual e federal, Brizola construiu, com a oratória carismática e improvisada dos líderes, uma maneira particular de falar ao povo, de arrebatá-lo e fazê-lo ter na memória os seus jargões, frases e discursos, mesmo uma década depois de sua morte.
Brizola é sempre lembrado pelo discurso apaixonado e eloquente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Edição histórica de 45 anos do Festival começa hoje

A partir das 17h, a edição histórica do 45º Festival de Cinema de Gramado estará oficialmente aberta. A cerimônia de abertura acontece na...