Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

Redução do Femicidio em Canoas‏

Através de iniciativa do Vereador Líder da Bancada do PT de Canoas, Paulinho de Odé, foi realizado na terça-feira, dia 13/05, um Grande Expediente durante a Sessão Ordinária da Câmara com a apresentação de dados sobre a redução do femicídio (assassinato a mulheres por motivação de gênero) e sobre a rede de proteção à mulher em Canoas.
Compondo a mesa, a Secretária Especial da Coordenadoria das Políticas para as Mulheres de Canoas, Márcia Falcão, a Delegada Anita Klein, Coordenadora Estadual das Delegacias de Atendimento Especializado à Mulher e titular da unidade de Porto Alegre, e a titular da unidade de Canoas, Delegada Carolina Funchal Terres, trouxeram o apontamento da evolução na resolução deste tipo de caso, a partir da criação da Lei Maria da Penha, em 2006. Hoje, entre casos de estupro, violência doméstica e outros, são encaminhadas em torno de dez denúncias diárias à DEAM. Em comparação entre os anos de 2012 e 2013, houve uma redução de 9% nos casos de lesão corporal e 34% nos casos de estupro.
Juntamente com o órgão da Polícia Civil, compõem a rede de enfrentamento à violência contra a mulher em Canoas o Projeto Mulheres da Paz, o Centro de Referência para Mulheres em Situação de Violência Patrícia Esber, a Patrulha Maria da Penha, a Casa Abrigo das Mulheres em Situação de Violência, o Foro Central de Canoas e o Hospital Universitário. Os diversos órgãos e serviços estão integrados para promover a diminuição do índice de violência e o aumento do número de denúncias.
 “Assim como o racismo e a homofobia, o machismo também é o motivador de crimes de ódio. Um indivíduo não deve jamais querer se sobrepor sobre outro, como neste casos de violência. Esta é uma luta que não é só das mulheres, esta é uma luta de todos.”, declarou Paulinho de Odé durante seu discurso. O requerimento para o Grande Expediente, aprovado por unanimidade, é um dos exemplos das atividades que o parlamentar tem utilizado para implementar este tipo de ação afirmativa também através do Legislativo. Também estiveram presentes a Coordenadora do CRM Renata Jardim, a gerente da Casa Abrigo Josane de Souza, a Presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher Miriam Chevarria, a Coordenadora do Movimento Uniaxés Mãe Rose de Xangô, a Presidente da Associação Universalista Luz de Aruanda Jaqueline Caldart, a coordenadora de Núcleo de Mulheres Vítimas de Violência em Porto Alegre e Esteio Roselaine Guarda, a Superintendente da Corsan Sinos Solange Vargas e a Diretora Pedagógica da FAUERS Inês Pacheco, representando as entidades que lutam pelos direitos das mulheres em Canoas.

 Fonte:Assessoria de Comunicação Gabinete Vereador Paulinho de Odé




Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Impacto da greve dos caminhoneiros nos supermercados.

O presidente da Associação Gaúcha de Supermercados (Agas), Antônio Cesa Longo, informa que a partir desta quarta-feira (23) agravaram-se o...