Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

O Brasil precisa de uma grande reforma política‏


O grande desafio do nosso País não é de natureza econômica e sim política. “O Brasil precisa de uma grande reforma política”, afirmou o presidente do Conselho de Administração da RBS, Nelson Sirotsky, ao falar ontem,encerrando os Tá na Mesa da Federasul, deste ano. Na opinião do ex-presidente executivo do Grupo RBS, a reforma deve alcançar um equilíbrio entre os três poderes:
- Nossa prática da democracia é equivocada na questão do legislativo, pois o Congresso legisla obedecendo um modelo parlamentarista, para um regime presidencialista, afirmou.
E disse mais: “o ex-presidente Lula não aproveitou o apoio eleitoral que recebeu nos dois pleitos que o elegeram para buscar a reforma política no Congresso”. Completou, afirmando que espera que o próximo presidente dê início a esse projeto.
Nelson Sirotsky falou sobre sua vida, sua trajetória e sua experiência à frente do Grupo RBS e não deixou de comentar sobre as relações entre os meios de comunicação e a política. “É uma convivência necessária mas que precisa de limites muito claros para que não contamine o trabalho”, apontou.
Descontraído, relembrou a história do jornalismo gaúcho, falou sobre os momentos difíceis do Grupo RBS onde o sistema político teve, muitas vezes, a tentativa de manipulação dos fatos. “Continuamos, ainda hoje, com o entendimento de que devemos preservar a ética para não deixar que o jornalismo com credibilidade seja prejudicado”, afirmou.
Revelou que agora, aos 60 anos, está tranquilo e confiante diante dos desafios que chegaram com o fato de não ser mais o presidente executivo do Grupo RBS. “Estou satisfeito com o novo ritmo e as novas escolhas”, informou e ao responder uma pergunta do auditório da Federasul, sobre a hipótese de ser candidato a governador  disse que não há qualquer hipótese dele entrar na vida política. “Meu trabalho é incompatível com a política”, concluiu. 
Para encerrar, Nelson Sirotsky contou os sete pontos que ele acredita serem essenciais para o sucesso profissional e pessoal: “Fazer as coisas certas; ter consistência no que se diz e no que se faz; ser inflexível nas questões éticas; ter empatia; trabalhar com seriedade; tentar entender o que os outros pensam e, ter vida pessoal e familiar”.

Foto: Ivan Andrade

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Senado devolve mandato a Aécio Neves

O Senado determinou o retorno de Aécio Neves (PSDB-MG) às suas funções de parlamentar. Por 44 votos a 26, a Casa derrubou decisão do Supr...