Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

Resultados do 28 ENART

A 28ª edição do Encontro de Arte e Tradição Gaúcha (Enart), realizado pelo Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG) aconteceu de 15 a 17 de novembro, em Santa Cruz do Sul reuniu 3.892 competidores em 22 modalidades, e um público visitante de 80 mil pessoas.
A maior modalidade, as Danças Tradicionais Força A teve como campeão o CTG Ronda Charroua, de Farroupilha, 25ª Região Tradicionalista (RT). Já na modalidade danças tradicionais Força B, o vencedor foi o Centro de pesquisas Folclóricas (CPF) Os Nativos, de Santa Maria, 13ª RT.

TEMÁTICA:

Além de vencedor do Enart, o CTG Ronda Charrua foi o grupo mais popular do Enart. O grupo trouxe como tema “Anita e Garibaldi, uma história de amor e guerra”, vivenciada na escuna Itaparica por Anita e Garibaldi durante a Revolução Farroupilha.
A entidade trouxe para dentro do tablado uma réplica desta escuna, que serviu de palco para uma paixão arrebatadora que uniu dois mundos, Almas gêmeas no amor e na ideologia, Anita e o “pirata italiano” buscaram a liberdade do povo e encontram lugar na história do Rio Grande, a passagem de amor e guerra, mais marcante na história destes dois grandes personagens da Guerra dos Farrapos.
A coreografia de entrada inspira-se na chegada de Garibaldi, apenas para mais uma batalha a bordo da escuna Itaparica em Laguna, quando avistou a flor mais linda, Anita, e a partir dai, surge uma forte paixão, capaz de ultrapassar a guerra e a morte.
Enquanto que a coreografia de retirada, baseia-se no “Batismo de Fogo” de Anita. Quando, a bordo do Itaparica, vivencia o primeiro de muitos conflitos ao lado de Garibaldi. As passagens de amor e de guerra e da participação da mulher guerreira, heroína e extraordinária, sempre estiveram presentes na História do Rio Grande do Sul.
O CTG Ronda Charrua conta um amor que resistiu à opressão, atravessou o Atlântico e venceu todos os obstáculos, sempre iluminado pelas chamas da revolução, uma história que emocionou os Charruas.

Força A

1º Lugar – CTG Ronda Charrua, Farroupilha, 25ªRT
2º Lugar – CTG Guapos do Itapuí, Campo Bom, 30ª RT
3º Lugar – CTG Patrulha do Oeste, Uruguaiana, 4ªRT
4º Lugar – CTG Tiarayú, Porto Alegre, 1ª RT
5º Lugar – União Gaúcha João Simões Lopes Neto, Pelotas, 26ª RT

Força B

1º Lugar – CPF Os Nativos , Santa Maria, 13ª RT
2º Lugar – CTG Bocal de Prata, Osório, 23ª RT
3º Lugar – CTG Capão da Porteira, Viamão, 1ª RT
4º lugar – DC Alma Gaúcha, Dom Pedrito, 18ª RT
5º lugar – CTG Tropeiro do Sul, Capão do Leão, 26ª RT

ENCERRAMENTO:

Na solenidade de encerramento, o vice-presidente do Enart, Armando Gewher declarou que todos são campeões. “O Rio Grande do Sul se reuniu aqui, fazendo este grande espetáculo”, declaro. O coordenador da 5ª RT, Luiz Clóvis Viera agradeceu a todos. “Muito obrigado por serem os guardiões da nossa cultura”.
O presidente do Conselho de Cultura do Rio Grande do Sul, Neidmar Roger, revelou que seis conselheiros de cultura do estado estiveram acompanhando o evento. “Estamos a disposição de vocês. A cultura do RS tem que ser financiada e incentivada, ocupando espaço de ponta”, revelou.
Para o secretário de Turismo de Santa Cruz do Sul, César Cechinato, o evento trouxe a solidariedade para o município. “Temos um grande amor pelo tradicionalismo. Que a união com os santa-cruzenses tenha feito deste uma das maiores edições do Enart”.

Em seu pronunciamento, o presidente do MTG, Erival Bertolini, agradeceu a dedicação dos dançarinos, patrões e prendas. “Vocês ensaiam noite e dia para fazer este grande evento”. Bertolini encerra um ciclo de 3 anos à frente do MTG. “Tenho orgulho de ser tradicionalista e estar a frente deste movimento”, acrescentou.
O Enart 2013 é uma realização do MTG, Fundação Cultura Gaúcha (FCG) e Prefeitura de Santa Cruz, e conta com o financiamento do Sistema Pró-Cultura, Secretaria da Cultura – Governo do Estado do Rio Grande do Sul. Patrocínio Petrobrás - País Rico é pais sem pobreza, Tim, Nescafé, Nova Schin e Móveis Kappesberg.
Fonte:Imprensa MTG/RS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Miss Brasil 2017 vítima de Racismo

No sábado, a estudante Monalysa Alcântara foi consagrada a Miss Brasil 2017, sendo a representante do país no Miss Universo, que ainda ...