Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

Município trata do regramento de áreas públicas com representantes de CTGs

O regramento para utilização de áreas públicas, que será lançado até o final de novembro pela Prefeitura de Canoas, pautou reunião, na noite de ontem de técnicos das secretarias municipais de Relações Institucionais e Monitoramento (SMRIM), Cultura (SMS) e de Esporte e Lazer (SMEL) com representantes dos Centros de Tradições Gaúchas (CTGs). O encontro foi realizado no Auditório Sady Schiwitz, da Prefeitura Municipal. 

Outros dois encontros, neste ano, reuniram técnicos da SMRIM e das secretarias de Desenvolvimento Social e da Cultura com entidades do esporte, carnaval, movimento comunitário. Estas secretarias estão em fase de agendamento de reuniões com igrejas, para abordar o regramento para utilização de áreas públicas.
De acordo com o secretário municipal de Esporte e Lazer, Edimilson Tresoldi, a proposta, que vem sendo construída a partir do diálogo interno no Governo Municipal e com a sociedade civil, é de utilização dos espaços públicos urbanos, a partir do uso compartilhado, de equipamentos e espaços regrados por um novo instrumento de cessão de uso.
Ministério Público:
O secretário Tresoldi explicou que o regramento, a ser realizado por meio de edital de chamamento público, é necessário devido a uma ação civil pública, movida pelo Ministério Público, vetando a cedência de qualquer área pública. "O MP já realizou diversos apontamentos ao Município relativos à questão", disse. Ainda, segundo ele, somente na área do esporte existem 25 campos de futebol nessas condições, além de outras áreas cedidas a CTGs, associações de moradores, escolas de samba, igrejas e outras entidades, que também serão chamadas para o debate.

Gestão e uso compartilhados:
Tresoldi esclareceu a respeito das condições de cedência, que serão propostas em edital, prevendo a gestão e uso compartilhados dos equipamentos públicos. Os espaços passarão a ser utilizados também para a execução de projetos da SMEL, Secretaria Municipal de Cultura (SMC), outras secretarias municipais e por mais de uma entidade. Com isso, o Município quer constituir, junto ao MP, o conceito de interesse público das autorizações de uso.
Os dirigentes dos CTGs foram informados sobre a documentação necessária para a concessão do espaço por dois anos, que podem ser prorrogados. Eles fizeram questionamentos e manifestaram interesse em participar do novo processo. Respondendo às questões levantadas pelos tradicionalistas, Tresoldi explicou que a reserva dos espaços, bem como a cobrança de taxas de uso, para custear manutenção e limpeza, por exemplo, ficará a cargo do Governo Municipal.
O presidente da Associação das Entidades Tradicionalistas de Canoas, Juliano Furquim, destacou que a entidade interessada em compartilhar o espaço cedido a um CTG deverá ter ações compatíveis. "Devemos primar por isso", defendeu.
Participaram da reunião, os secretários adjuntos da SMRIM, Célio Piovesan, e da Cultura, Isabel Paggetts, além do secretário da SMEL, Edimilson Tresoldi, do presidente da associação dos tradicionalistas, Juliano Furquim, e demais representante de CTGs.
Fonte:Secom/PMC

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Explosão de caldeira faz vitimas fatais em Taquara

Duas pessoas morreram nesta manhã  na explosão de uma caldeira em um frigorífico localizado na cidade de Taquara, no Vale do Paranhana. ...