Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

Carreata vai homenagear policiais mortos pela Covid-19 e exigir vacinação imediata


No dia 22 de março, os Policiais Civis farão uma grande manifestação, para homenagear os Policiais Civis mortos pela Covid-19 e exigir a vacinação imediata da categoria. 
A manifestação começará com uma Carreata, que sairá às 10 horas do Monumento ao Laçador, próximo ao Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre. 
A Carreata prosseguirá, respeitando todos os procedimentos de distanciamento social, pela cidade de porto Alegre, encerrando a manifestação em frente ao Hospital Ernesto Dorneles. 
No local, os (as) Policiais Civis realizarão um aplauso coletivo a todos os profissionais da saúde, que, assim como os Policiais, estão diariamente atuando na linha de frente do combate à Pandemia do Novo Coronavírus. 


Policiais do Interior farão manifestações na frente das Delegacias :

No interior do estado, os (as) Policiais Civis realizarão manifestações em frente às Delegacias de Polícia. 

O objetivo é mostrar para a população, a importância da vacinação dos profissionais da Segurança Pública, para a própria contenção da Pandemia. 

Em várias cidades do interior, os policiais civis já estão encaminhando requerimentos às prefeituras, para que as administrações municipais coloquem os profissionais da segurança pública como grupo prioritário para a vacinação contra a Covid-19. A cidade de Bagé, foi a primeira a tomar tal providência, começando a vacinação desses profissionais nesta sexta-feira.


Mortes de Policiais têm que ser estancadas urgentemente :

Na última semana, a Polícia Civil gaúcha registrou seis mortes de Policiais Civis. 

Os casos de Covid-19 são cada vez mais numerosos pelo estado inteiro. 

De acordo com dados da Feipol-Sul, o número de policiais positivados até o início do mês, com notificações oficiais, era de 779. Até aquele momento eram 70 policiais afastados e positivos, enquanto o número de óbitos registrados era de dois policiais da ativa. 

Esses números se multiplicaram no último mês, com a disseminação da nova variante P1, que é muito mais agressiva, tanto na capacidade de contágio, quanto nos efeitos causados àqueles que contraem o vírus.

Mesmo com essa situação, a categoria está no final da fila das prioridades de vacinação, enquanto cumpre suas atividades de forma normal. 

Essa situação, se não for alterada urgentemente, levará a segurança pública ao colapso, com o déficit do contingente policial levado ao extremo absoluto. 

Se o caos na saúde já está colocando a população à beira de um precipício. 

O colapso na Segurança Pública significará o rompimento total do tecido social, com a sociedade deixada a sua própria sorte.


Fonte: UGEIRM

Nenhum comentário:

Postar um comentário

320 Cavaleiros participam de Desfile em Canoas

  “Bravura, destreza e coragem da nossa heroína dos dois mundos” foram os adjetivos que marcaram as homenagens do desfile campeiro da 28ª Se...