Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

Morre o criador do Cachorro do Rosário

Criador de um dos cachorros-quentes mais tradicional de Porto Alegre, o empresário Osmar Ferreira Labres morreu ontem, aos 83 anos. 

Internado há sete dias na Fundação Universitária de Cardiologia, na Capital, ele foi vítima de choque séptico e de acidente vascular cerebral.

Natural de Bom Retiro do Sul, no Vale do Taquari, Labres começou a vender cachorro-quente em uma carrocinha ao lado do Colégio Rosário, no bairro Independência, em 1962. 

A delícia ganhou fama, que se espalhou pela Capital. A receita do molho veio da mãe de Labres, que trabalhava como cozinheira em um bar de Taquari. 

Curiosamente, o cachorro não continha milho, pois o empresário considerava que o vegetal estragava fácil e poderia fazer mal ao cliente. Em entrevista ao programa Mãos e Mentes, da TV COM, Labres comentou qual seria o segredo para o sucesso do seu cachorro-quente:

— Usar sempre a melhor mercadoria. Eu penso no cliente, não tanto em lucro. Coloco sempre o que há de melhor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Canoas vacina 1.415 pessoas contra Covid-19

Canoas registra 1.415 pessoas imunizadas desde o início da campanha de vacinação contra a Covid-19.  Hoje, foram imunizados 438 profissionai...