Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

O SACO CINZA...

 

Vou contar o que acontece quando alguém morre por consequência do Covid-19. O paciente chega na emergência, entra conversando com falta de ar e muita dor para respirar, mas ainda assim tentando sorrir e passar positividade que tudo está bem, só aquele desconforto para respirar.
Fica internado, vai para a UTI fica de 15 a 30 dias lutando para sobreviver sem receber visitas de seus familiares. Tenta por 3 dias respirar na máscara de Hudson com oxigenioterapia.
Não resiste, tem que ser entubado, se alimenta por sonda, usa sonda para urinar, usa fralda para defecar, várias medicações endovenosas, antibioticoterapias, drogas vasopressoras, medicações para manter os órgãos funcionando, entra em hemodiálise, fica em posição de pronação (de bruços), vive em uma luta diária e constante.

Fica sozinha longe da família, fica sem ouvir uma voz conhecida.

Fica sem ver o sol, a chuva, as estrelas, a família.

Apenas escuta as vozes dos profissionais da saúde dizendo:

bom dia, “boa tarde” ou “boa noite, hoje eu vou cuidar de você, força fulana ou fulano você vai conseguir vencer não DESISTA”.

Mais a solidão de uma UTI, deitado sobre a cama das madrugadas intermináveis, escutando talvez lá no fundo as bombas de infusão, barulho do respirador, as vozes dos profissionais dizendo não desista!!!

Muitos perdem a vontade de lutar e se entregam para o outro plano. Morrem, ficam sozinhos, são colocados dentro de dois SACOS CINZAS só de fralda, com algodão na boca, nariz.

O corpo é reconhecido por uma pessoa ou mais da família para última vez.

Não tem direito a caixão aberto.

Não tem direito aquela melhor roupa para a última despedida.

Nunca mais os que ficaram vivos irão rever o rosto alegre e feliz de uma mãe, de um pai, de um filho, de um irmão, de um amigo.

Nós profissionais lamentamos, nos emocionamos, rezamos por sua alma com a certeza que tudo foi feito para que saíssem vitoriosos. Mas poucos são os vitoriosos que retornam para a família.

E você ainda acha que é melhor que as outras pessoas que estão ao teu lado. Repense o que você esta fazendo da sua vida, tentando crescer em cima de outros. Tentando dar o golpe.

Tenha Luz, Seja Luz!

Quantas vezes você disse não posso, não quero, mentiu ou omitiu para impedir de ter aquela companhia que pediu pra te ver ou simplesmente te chamou para conversar no whatsapp e você ignorou porque estava sem tempo para aquela pessoa???

Tenha pessoas que realmente valem a pena ter ao seu lado!!!

Repense na sua vida!

Tenha amor e expresse seu amor!

Repensem os seus atos e atitudes!

Diga eu te amo você é importante pra mim!

O final é certo para todos...

Dentro de um saco cinza.


Por :Andrea Oliveira

Técnica em Enfermagem e colunista social.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

FETAG-RS mais próxima de agricultores e agricultoras

Com o objetivo de aproximar a FETAG-RS da sua base, ou seja, os Sindicatos, entidades e agricultores familiares, nos dias 22 e 23 de outubro...