Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

Primeiro fast-food de waffles do Brasil e América Latina é aberto em Gramado com projeto de franquia

Um modelo de negócio que pode ser implantado em todas as partes do mundo. Assim pode ser definido a The Waffle King, um empreendimento que iniciou em Gramado na Serra Gaúcha ao melhor estilo de um fast-food e com possibilidade de franquia. Para criar o modelo de negócio foi estruturado um projeto que envolve quatro empresas, o fast-food modelo, indústria para produção de insumos, indústria para produção de equipamentos e uma franqueadora, onde no total foram investidos cerca de R$ 5 milhões e gerados 25 empregos diretos e indiretos. O empresário Anderson Suriz, que reside em Gramado-RS, buscou inspiração em modelos na Europa em países como Bélgica, França, Holanda, Espanha e Itália, como também fez uma intensa pesquisa nos Estados Unidos. Uma das iniciativas do empresário foi levar chefs de cozinha do Brasil para a Europa em busca de melhores receitas. “Estamos a quase dois anos pesquisando, viajando, para agora gerar este projeto sem similar no Brasil, o conceito que foi criado não existe em nenhum local do mundo”, destaca Suriz. O modelo foi desenvolvido para ser replicado através de lojas próprias e franquias onde a base dos insumos é de fabricação própria com receitas secretas. Suriz também fabrica seus próprios equipamentos profissionais com tecnologia mundial para a produção de waffles os quais podem vistos na loja modelo em Gramado. Os mixs para os waffles e para as pizzas são fabricados e uma indústria própria criada por Anderson também em Gramado.
O conceito do projeto foi desenvolvido por um escritório italiano na cidade de Verona na Itália conta o empresário. O cardápio é amplo e padronizado contendo waffles doces e salgados, pizzas em fatia ao melhor estilo nova iorquino, sorvetes, milk shakes, além de cafés especiais.
A empresa está preparada para atender franquias no Brasil e em qualquer outro País do mundo. “O franqueado terá várias opções e com certeza poderá abrir um negócio rentável com todo nosso suporte e treinamento”, comemora Anderson. “Possuímos um modelo, a The Waffle King - Express com investimento no Brasil a partir de R$ 89 mil para o modelo base e o modelo de uma loja com cardápio completo, o investimento no Brasil é a partir de R$ 600 mil fora o investimento em ponto comercial”, diz o empresário.
A operação de uma loja The Waffle King funciona com seis colaboradores mais o gestor ou franqueado, já a operação Express funciona a partir de dois colaboradores. O retorno estimado do investimento em uma loja é de 24 a 30 meses. E no modelo Express o retorno estimado é de 18 a 24 meses.
O foco de expansão da empresa são aeroportos, shoppings, cidades turísticas e Drive Thru, tanto no Brasil, quanto nos EUA e Europa. “Fornecemos aos franqueados os equipamentos, os mix que são as bases das receitas e todo know how do negócio”, disse o empresário. Além da loja de Gramado a empresa já estuda um local na cidade para a implantação de um drive-thru.
Com certeza trata-se de um excelente modelo de negócio, onde o proprietário, Anderson Suriz, afirma que é “o primeiro fast food de waffle no Brasil e América Latina, como também no mesmo formato não existe no mundo”, conclui.

Fonte: Espaço Empresarial Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prefeitura de Porto Alegre endurece fiscalização nos parques e praças

As equipes da Prefeitura de Porto Alegre serão mais rigorosas na aplicação dos decretos que visam a combater o coronavírus. Os agentes do...