Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

Governo libera R$ 500 milhões para compra de alimentos da agricultura familiar

Após mais uma demanda encaminhada pela FETAG-RS, o Governo Federal anunciou, ontem, o aporte de R$500 milhões operacionalizados pelo Ministério da Cidadania para o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). 
A medida provisória 957/2020, publicada na edição do Diário Oficial da União, especifica R$220 milhões para o PAA doação Simultânea via CONAB, R$150 milhões para PAA Doação Simultânea por meio de adesão por prefeituras e Estados. Os agricultores e as cooperativas, agroindústrias e associações da agricultura familiar podem acessar estes valores via chamada pública.
É importante que os Sindicatos dialoguem com as prefeituras dos municípios para encaminhar a adesão ao programa com o Governo Federal. E as Prefeituras que já tem o termo de adesão firmado, devem realizar o procedimento de chamada pública para fazer a aquisição dos alimentos. 
A demanda chegou até o governo através da Frente Parlamentar da Agricultura Familiar, presidida pelo deputado federal gaúcho Heitor Schuch. 
Para o presidente da FETAG-RS, Carlos Joel da Silva, “a FETAG-RS, mais uma vez, acionou a bancada gaúcha em Brasília para viabilizar recursos que beneficiam a agricultura e a pecuária familiar. O PAA é uma importante forma que as famílias têm para comercializar suas produções, principalmente agora em que estamos sendo afetados pela estiagem e pelo Coronavírus”.

Fonte: Imprensa FETAG-RS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mais leitos de UTI exclusivos para Covid

A partir de hoje, Canoas conta com mais 10 leitos de UTI exclusivos para pacientes confirmados ou suspeitos de infecção pelo novo coronaví...