Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

Canoas monta força-tarefa para enfrentar superlotação no HPSC


Em ofício enviado ontem, à regulação do Governo do Estado, a Secretaria Municipal da Saúde de Canoas (SMS) informou o início da restrição do atendimento de pacientes no Hospital de Pronto Socorro (HPSC), até que a situação se normalize.
A ação visa desafogar a emergência da instituição que está superlotada. Canoas é referência no atendimento de saúde para 156 municípios, o que faz com que os pacientes, moradores da cidade, tenham que dividir os atendimentos do hospital com pessoas de outras cidades.
Conforme o Secretário da Saúde de Canoas, Fernando Ritter, as direções das duas instituições hospitalares da cidade estão realizando uma força-tarefa para liberar leitos no Hospital Universitário, o que possibilita a diminuição do tempo de permanência no HPSC. “Essas ações visam contribuir para reduzir as filas na emergência do Pronto Socorro e melhorar as condições de trabalho dos profissionais que atuam no local”, destaca Ritter. Canoenses que necessitarem de atendimentos de urgência e emergência devem procurar as Unidades Pronto Atendimento (UPAs) Rio Branco e Boqueirão, que seguem em funcionamento 24 horas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pela primeira vez, todas as 21 regiões Covid estão em bandeira vermelha

  O Rio Grande do Sul passa pelo momento mais crítico da pandemia de coronavírus. Com o número de pacientes internados em leitos clínicos e...