Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

Prefeitura recebe devolução de R$ 3,4 milhões da Câmara de Vereadores

O ex-presidente da Câmara de Vereadores de Canoas, Alexandre Gonçalves, entregou ontem, ao prefeito Luiz Carlos Busato, o resumo financeiro da execução orçamentária do Legislativo Municipal de 2018. O vereador, que comandou a casa durante o ano passado, efetuou a devolução de R$ 3,4 milhões aos cofres da Prefeitura, fruto da política de austeridade aplicada pela Câmara durante o ano. Os valores irão contribuir para amenizar parcialmente a crise financeira que atravessa a cidade, por conta de falta de repasses do governo do Estado.
O valor que foi devolvido à Prefeitura em 2019 é superior aos de anos passados. Entre as ações que contribuíram para maior economia do legislativo municipal, estão a diminuição do percentual da folha de pagamento de 76% para 63%, a adesão ao Diário Oficial do Município para as publicações legais e a redução de custos com aluguel em função da transferência do Protocolo para o prédio da Câmara.
Os recursos devolvidos aos cofres do Executivo retornam ao Caixa Único de Canoas e se somam aos valores utilizados nos investimentos e despesas da cidade, principalmente para a o custeio da saúde, que enfrenta dificuldades financeiras e há mais de meio ano vem sendo financiada com recursos próprio do município. O atraso nos repasses do Governo do Estado estão, atualmente, na faixa dos R$ 36 milhões, mas podem chegar aos R$ 46 milhões no próximo dia 20, caso não haja depósitos.
O prefeito Luiz Carlos Busato agradeceu a sensibilidade dos vereadores neste momento de crise. “os vereadores têm sido grandes parceiros da prefeitura na busca da superação de dificuldades impostas pela falta de recursos. Além dessa devolução de R$ 3,4 milhões, em dezembro eles se mobilizaram e conseguiram que parte da dívida fosse quitada. Muito obrigado a toda Câmara de Vereadores pelo engajamento e sensibilidade”, destacou Busato.
Balanço da Intervenção :

No mesmo encontro, o prefeito aproveitou para fazer mais um balanço ao vereadores das ações já implementadas nas primeiras três semanas da intervenção nos hospitais da cidade. Entre os destaques, está a economia de R$ 800 mil na compra de medicamentos. Negociando com fornecedores, a prefeitura conseguiu comprar mais de 5 mil itens por um preço mais baixo, realizando uma das maiores aquisições de medicamentos e insumos médicos da história recente da cidade. A Prefeitura de Canoas também retomou os atendimentos eletivos que estavam restritos.
A intenção da Secretaria Municipal da Saúde e do grupo de intervenção nos hospitais é de que, até o final de janeiro, as unidades de atendimento médico da cidade estejam atendendo com até 40% da capacidade, nos casos que não são de urgência ou emergência. A partir disso, ao aumento será gradativo até a retomada completa, no meio do ano. Para que todos os procedimentos eletivos sejam normalizados, a prefeitura depende da regularização dos repasses do governo do estado, que atualmente estão na faixa dos R$ 36 milhões. Um esforço da atual gestão, que está arcando com recursos próprios todos os procedimentos em saúde, garante que pacientes não fiquem sem atendimento. Neste primeiro momento, a prioridade é a retomada dos procedimentos nas especialidades Ortopedia e Traumatologia; Cardiologia e Cardiologia Vascular; Neurologia e Neurocirurgia; Cirurgia Bariátrica; e Saúde Auditiva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PRF atende acidente com morte em Montenegro

A Polícia Rodoviária Federal está em atendimento a um acidente grave no km 418 da BR-386, em Montenegro. O acidente aconteceu por volta ...