Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

Estado deixa de repassar recursos para a saúde e obriga prefeitura cancelar atendimentos


Em virtude da falta de repasses de recursos financeiros por parte do governo do estado à Prefeitura de Canoas, a Secretaria Municipal da Saúde está sendo obrigada a implementar  medidas de gerenciamento que devem impactar no atendimento à população. Entre as ações previstas, está a restrição dos atendimentos eletivos nos hospitais Universitário (HU), Pronto-socorro (HPS) e Nossa Senhora das Graças (HNSG), que é privado, mas fornece procedimentos sob demanda ao município. O intuito é otimizar os recursos disponíveis e manter, plenamente, os atendimentos em casos de urgência e emergência. A medida, anunciada ontem, se estende a todos os 156 municípios que utilizam a rede de saúde de Canoas e começa a valer a partir de segunda-feira. As restrições serão suspensas somente quando houver a regularização dos recursos por parte do governo estadual.
Assistência garantida :
A restrição nos atendimentos não afeta os casos de urgência e emergência, mesmo para pacientes oriundos de outras cidades. Essas pessoas terão assistência garantida por toda a rede municipal de saúde. Inclusive, estas medidas foram tomadas para garantir o funcionamento dos setores de urgência e emergência, não deixando a população desassistida, priorizando a utilização de recursos para os casos mais graves. Serão cancelados e suspensos atendimentos eletivos já agendados.
Recursos atrasados :
Diante de uma dívida que, hoje, é de R$ 26 milhões, mas que deve chegar aos R$ 37 milhões até o dia 30 deste mês, os recursos destinados à saúde estão praticamente escassos. Como não há, por parte do governo do estado, previsão de quitação desses valores, a Secretaria da Saúde de Canoas precisou tomar as medidas enérgicas. A situação, que não é novidade, chegou ao limite.
Efeito Dominó :
Canoas atende pacientes de 156 cidades gaúchas, um número exacerbado que prejudica e superlota hospitais da cidade. Hoje, cerca de 60% dos pacientes internados no HPS não são de Canoas, para se ter um ideia. Diante da falta de repasses por parte do estado, também da já histórica defasagem da Tabela SUS e o aumento do custo da manutenção dos serviços em saúde, a situação fica ainda mais crítica. Some-se a esse fato, às dificuldades financeiras de outras cidades, que também não têm repasses regulares por parte do estado, e acabam enviado pacientes para tratamento na cidade. O resultado destas variantes é um alto número de pessoas procurando os hospitais da cidade e pouquíssimo dinheiro para a realização de atendimentos.
Prefeitura toma outras medidas :
Assim como ocorreu no ano passado, quando o estado também atrasou repasses, a Prefeitura de Canoas precisou cancelar a realização de serviços como capina, roçada e pinturas, em toda a cidade, para destinar verbas aos hospitais. A atenção à Saúde é prioridade para o governo municipal. Mesmo com essa economia, ainda há imensa dificuldade de angariar recursos para manter os atendimento médicos plenamente. A Procuradoria-Geral do Município também acionou a Justiça na tentativa de garantir o recebimento dos valores, no entanto, o judiciário negou o pedido.
Atenção aos trabalhadores: 
A Prefeitura de Canoas se sensibiliza com a situação dos profissionais que estão com os salários atrasados, por conta da falta desses repasses.  O município irá abrir uma linha de diálogo com sindicatos das categorias do funcionalismo atingido por essa situação, com o intuito de acolher suas demandas e procurar as melhores saídas.

Assessoria de Comunicação/PMC

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Feira da Agricultura Familiar começa amanhã na Capital

A Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead)  promove entre os dias 11 a 14 de dezembro, a Feira da...