Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

Rock de Galpão comemora dez anos com novo show e DVD

No ano em que completa dez anos de existência, o Rock de Galpão - grupo que resgata o cancioneiro gaúcho, criando versões contemporâneas para clássicos da música regionalista - pega novamente a estrada para produzir um novo documentário e realizar uma turnê especial. O lançamento do projeto Dez Anos: Rock de Galpão na Estrada acontece em Porto Alegre nos dias 09 e 10 de maio, com shows e gravação de DVD no Centro Histórico-Cultural Santa Casa. Os shows contam com participações especiais de Humberto Gessinger, Neto Fagundes, Gutcha Ramil, Diablo Jr, Hique Gomez, Gilberto Monteiro e Hossam Ramzy - percussionista egípcio mundialmente conhecido por criar arranjos de cordas e percussão para músicos como Peter Gabriel, Chick Corea, Sting, Gipsy Kings, Shakira, Rick Martin, Jay-z, e para a famosa turnê No Quarter, de Jimmy Page e Robert Plant.
O Rock de Galpão é formado por Tiago Ferraz (voz e guitarra), Rafa Schuler (guitarra e vocais), Guilherme Gul (bateria), Mestre Kó (teclados e vocais), Paulinho Cardoso (acordeon) e Gustavo Viegas (contrabaixo), além do artista convidado Diablo Jr. (percussão e boleadeiras).
O repertório é composto por clássicos do cancioneiro gaúcho como Recuerdos da 28 (Knelmo Alves / Francisco Alves), Desgarrados (Mário Barbará / Sérgio Napp), Romance do Pala Velho (Noel Guarany), Entrando no M'bororé (Elton Saldanha), Canto dos Livres (Cenair Maicá), Eu Reconheço Que Sou Um Grosso (Gildo de Freitas) e Não Podemos se Entregá pros Home (Humberto Zanatta / Francisco Alves / Francisco Scherer). O novo show traz também novos arranjos para Percorrendo o Rio Grande (Gildo de Freitas) e Herdeiro da Pampa Pobre (Vaine Darde/Gaúcho da Fronteira) - que contam com a participação especial de Humberto Gessinger; Semeadura (Vitor Ramil/José Fogaça) e Vento Negro (José Fogaça) - com Gutcha Ramil nos vocais, rabeca e alfaia; Para Pedro (José Mendes) e Xote da Amizade (Mario Barbará) - com Neto Fagundes; e Pra Ti Guria e Milonga para as Missões - com a participação especial do próprio autor dessas músicas, o gaiteiro e compositor Gilberto Monteiro. O repertório do show conta, ainda, com uma bela versão de Cordas de Espinho (Luiz Coronel / Marco Aurélio Vasconcelos), arranjada pelo maestro Hique Gomez, que participa da execução no violino, junto com Hossan Ramzy.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Edição histórica de 45 anos do Festival começa hoje

A partir das 17h, a edição histórica do 45º Festival de Cinema de Gramado estará oficialmente aberta. A cerimônia de abertura acontece na...