Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

Ação inédita na Expointer vai coletar garrafas PETs para produção de silos sustentáveis‏

Uma ação inédita com impacto direto na preservação do meio ambiente será realizada durante a Expointer 2016 pela Silo Verde, uma startup do Parque Tecnológico São Leopoldo (Tecnosinos), da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos). A empresa  trabalha com armazenagem sustentável de grãos e rações acessível a todos os produtores rurais e agricultores do Rio Grande do Sul e do Brasil. Desenvolve sistemas de armazenagem práticos e de menor custo a partir de matérias primas poliméricas recicladas de alta resistência PET. A montagem é rápida e com custo inferior aos produtos atualmente existentes no mercado. 
Para a iniciativa que ocorrerá durante a feira, entre 27 de agosto e 4 de setembro, a Silo Verde colocará Eco-Pontos, pontos de coleta, em locais estratégicos do Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio (RS), para recolher garrafas PET. O objetivo é subsidiar a construção de cem silos com o máximo de matéria prima possível obtida durante o evento, o que irá acarretar em descontos exclusivos. Esse volume coletado vai impactar diretamente o consumidor final do produto, pois aqueles que formalizarem o interesse de compra durante a feira terão o desconto de toda a matéria prima captada durante o evento, que será emprega na fabricação dos silos. Sendo que uma unidade destas será fabricada com 100% do PET da feira, e será sorteada entre os que formalizarem interesse de compra do produto junto ao estande da empresa.
 Segundo o fundador, Manolo Machado, as pessoas que contribuírem com as garrafas PET terão a certeza do seu destino.  Garante que elas não se tornarão resíduos que poderiam poluir o meio ambiente por centenas de anos. “Essa ação vai gerar impacto em toda a cadeia, tanto na cidade, quanto no campo, preservando o meio ambiente. Também irá ajudar diretamente a custear os silos para o agricultor”, destaca Machado.  
 Outro diferencial que os visitantes da Expointer encontrarão no local será a matéria prima utilizada para a montagem do espaço. As estruturas metálicas, lonas e piso compensado com lascas de madeira serão 100% reutilizados, ou seja, após o final da Expointer, o estande será desmontado e será montado novamente em outros feiras e eventos. E as garrafas de água que serão ofertadas como brindes no estande, levarão a inscrição "Devolva-me no Ecoponto", para que após ser consumida, retorne para gerar impacto na agricultura, na pecuária e na vida do produtor.


Fonte :Agroeffective

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Cinturão é o caminho

Nesta manhã o Presidente da Grêmio  Arena, Marcelo Jorge, reuniu a imprensa para anunciar o que ele chamou "...um dos grandes evento...