Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

BNT Mercosul mostra a força econômica do turismo para a próxima década‏

A indústria de viagens e turismo gerou 3,1 milhões de empregos em 2014, cresceu 2,5% em 2015, e tem uma previsão de alcançar a marca 3,7 milhões até 2025. Nesse cenário de números promissores atua a BNT Mercosul, a Feira de Negócios Turísticos de Santa Catarina.
Realizado há 22 anos, o evento que reúne profissionais da indústria de viagens é responsável por grande parcela desses números; pelo menos 7 mil profissionais visitam a feira todos os anos, provenientes de Brasil, Argentina, Chile, Colômbia, Uruguai e Paraguai. Cidades e estados que sediam um evento como a BNT Mercosul, recebem uma promoção junto aos profissionais multiplicadores de turistas, o que representa fomento direto na economia a longo prazo.
O investimento de capital do Brasil para o setor chegou a R$ 62,9 bilhões em 2015, número que era de R$ 48 bi em 2009, e deve quase dobrar nos próximos dez anos. Outro dado que demonstra a importância de eventos como a BNT são os gastos do brasileiro viajando dentro do próprio país, esse valor alcançou R$ 308,8 bilhões em 2015, e deve superar a marca dos R$ 400 bi até 2025.
O profissional brasileiro tem presença em peso, todos os anos na Bolsa de Negócios Turísticos. São 297 cidades de 20 estados, segundo relatório de 2015, número que deve se repetir em 2016, nos dias 20 e 21 de maio, quando acontece a feira. No Brasil, a contribuição total da indústria do turismo movimenta R$ 8,8 bilhões em empregos, o quinto maior do mundo, muito acima da média, que é de R$ 2 bilhões.
Outros países do Mercosul, presentes na BNT, compartilham de números promissores. A Argentina tem uma contribuição total de R$ 1,6 bilhões em empregos, ocupando o 26 lugar, enquanto o Chile soma R$ 720 milhões, na 44 posição. Os dois países representam 22% dos profissionais participantes da Feira Catarinense.
Nesta semana, a BNT Mercosul chega à sua 22ª edição em Itajaí, Balneário Camboriú, e Beto Carrero. Os diretores, Geninho Goes e Jair Pasquini esperam resultados positivos para 2016, e projetam um crescimento de 48% até 2025 por acreditarem na sede do evento, um local amplo e que pode atrair grande número de expositores. A equipe BNT acredita que as feiras de turismo têm vida longa, pois o contato B2B segue importante no segmento, e os eventos representam grandes oportunidades de negócios.
A BNT Mercosul conta com o apoio do Governo de Santa Catarina, Santur, Município de Itajaí, Balneário Camboriú e Beto Carrero, e as participações especiais de Balneário Camboriú Convention Visitors Bureau, Governo da República Dominicana, Porto Belo, FUNDTUR, Governo do Estado do Rio Grande do Norte, Costa Verde e Mar, Parque Unipraias, Infinity Blue Resort e Spa, e Governo do Estado do Rio Grande do Sul.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Semana da Diversidade tem atividade no calçadão

A Diretoria das Políticas das Diversidades e Comunidades Tradicionais de Canoas, em parceria com o Conselho LGBT e a Secretaria Municipal...