Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

Presos em Santa Catarina acusados de matarem fotógrafo canoense

A Agência de Inteligência do 12º Batalhão de Polícia Militar de Santa Catarina, após ter conhecimento do fato ocorrido na cidade de Canoas/RS, na data de 27 de julho de 2015, onde teria sido arquitetado um plano macabro por um suspeito de tráfico, Juliano Biron da Silva e sua companheira Paula Caroline Ferreira Rodrigues, autores do crime que resultou no assassinato do fotógrafo José Gustavo Bertuol Gargioni, 22 anos, começou a receber algumas informações de que o casal suspeito poderia estar na região do Vale de Itajaí, mais precisamente em Balneário Camboriú e região. Diante dos informes, foi realizado uma força tarefa da equipe de Inteligência da PM do 12º BPM, a fim de prender os suspeitos, sendo que há mais ou menos dois meses atrás, os policiais tiveram uma informação de que o acusado estaria frequentando a um Bar e Karaoke , na cidade , sendo realizando diversos monitoramentos no local. Na noite do sábado, a guarnição da Agência de Inteligência do 12º BPM deslocou até o local e visualizou  o suspeito do crime, sentado no bar, onde de imediato solicitou apoio de uma guarnição caracterizada para realizar a abordagem. No momento da abordagem, o mesmo se identificou aos policiais com outro nome, porém, após confirmação visual, foi dado voz de prisão á Juliano, este que possuía mandado de prisão em seu desfavor e era um dos alvos mais procurados do RS, sendo considerado por muitos como o alvo 01 das Polícias do RS. 
Juliano foi encaminhado ao Complexo Penitenciário da Canhanduba em Itajaí para procedimentos legais.
Os policias realizavam também o monitoramento em um Edifício localizado na Rua 3200,  quando, por volta das 22h50min, de ontem visualizaram Paula saindo do Edifício com uma bolsa, sendo de imediato realizada a abordagem na via pública. Diante do fato, foi dado voz de prisão e realizado os procedimento cabíveis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prefeitura esclarece sobre problemas na coleta de lixo

A Prefeitura Municipal de Canoas, através da Secretaria de Serviços Urbanos, informa que já está sendo solucionado o problema ocasionado ...