Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

Primeira catedral gay do Brasil será inaugurada no Rio

Para diminuir a tensão entre evangélicos conservadores e cristãos homossexuais, um casal de pastores construiu a primeira catedral gay do Brasil. A igreja, que será inaugurada na segunda-feira, Dia da Independência, em Madureira, tem como objetivo diminuir a importância da opção sexual dos fieis e focar no lado religioso das pessoas.
O local escolhido para construir a sede foi em um antigo cinema, com capacidade para 800 pessoas. O pastor Fábio Inácio de Souza explicou , que a instituição nasceu há nove anos com o nome Igreja Cristã Contemporânea e, atualmente, possui mais de três mil fieis espalhados pelo Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais.
— Somos uma Igreja Gay — explicou o pastor.
O líder religioso explica que os cultos são iguais aos outros templos religiosos. A única diferença é que é respeitada a orientação sexual dos frequentadores.
— As pessoas estão sedentas pela palavra de Deus. Não queremos que elas mudem para ser aceitas. Estamos abertos para pessoas que se sentem excluídas — explica Fábio.
Crítico do casamento homoafetivo, o pastor Silas Malafaia disse que não considera a catedral gay como uma igreja. Para ele é preciso ser caracterizada com uma organização evangélica é estar de acordo com as orientações fundamentais do evangelho. 


— Não é a Bíblia que tem que se adaptar a mim, eu que tenho que me adaptar a Bíblia. O homossexualismo é um vício contra a natureza — afirmou Malafaia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Senado devolve mandato a Aécio Neves

O Senado determinou o retorno de Aécio Neves (PSDB-MG) às suas funções de parlamentar. Por 44 votos a 26, a Casa derrubou decisão do Supr...