Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

Cunha defende projeto para penalizar atos de intolerância religiosa.

Após o apedrejamento de uma menina que deixava um culto religioso e o assassinato de um médium, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), defendeu na sexta-feira incluir na legislação punições a quem praticam atos de intolerância religiosa. Para Cunha, esse debate pode ser feito na análise de um projeto de lei do líder do PSD, Rogério Rosso (DF), que amplia a pena máxima para o crime de “ultraje de culto religioso” de 1 para 8 anos de prisão. “O próprio líder apresentou uma proposta para condenar aqueles que não respeitam insígnias religiosas. É um bom momento para você também penalizar ou coibir aqueles que praticam atos de violência contra quem exerce sua crença religiosa, qualquer que seja ela”, disse Cunha. Cristão evangélico, o presidente da Câmara disse que “não compactua com qualquer tipo de agressão a quem pratica sua crença religiosa.” “Condeno veementemente isto. Isso não faz parte de prática cristã e tem que ser punido veementemente”, afirmou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Morre a atriz Eva Todor

Morreu hoje decorrente de uma pneumonia aos 98 anos a atriz Eva Todor. O velório ocorre amanhã das 9 às 11 h no Teatro Municipal do Rio d...