Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

Lançado projeto Olhar Brasil voltado aos alunos da rede municipal

Um projeto que pretende corrigir os problemas de visão, que atrapalham a aprendizagem de alunos da Rede Municipal de Ensino, foi lançado nesta, na Escola Municipal de Ensino Fundamental Especial para Surdos Vitória (Rua Caçapava, 400, Bairro Mathias Velho). A Prefeitura, em parceria com o Lions Clube, o Hospital Nossa Senhora das Graças e os ministérios da Saúde e da Educação, irá possibilitar que todos os 30 mil alunos das 44 escolas municipais tenham a oportunidade de serem avaliados e receberem, caso seja necessário, óculos.
No lançamento, o prefeito Jairo Jorge destacou que o projeto visa garantir oportunidades e inclusão a gerações futuras. "É fundamental. Muitas vezes, uma criança tem dificuldade de aprendizagem porque tem problemas de visão. E, às vezes, isso não é detectado. Esse projeto olha para as futuras gerações. Aqui temos um somatório de forças: um belo trabalho do Lions; o Hospital Nossa Senhora das Graças, com seu corpo médico e suas consultas e cirurgias, e o apoio da Prefeitura", apontou Jairo Jorge. 


De acordo com o prefeito, serão investidos até R$ 350 mil para que todas as crianças da rede municipal sejam avaliadas até o final do ano. "Esse projeto vai fazer com que as nossas crianças possam trilhar um caminho de igualdade e oportunidade", disse o prefeito.
Durante o lançamento, cerca de 40 estudantes da rede municipal, que já tinham passado por avaliação, receberam seus óculos. Camilly de Souza França, 11 anos, já saiu do evento usando o seu. "Agora, vou poder estudar melhor e não ter dor de cabeça nem ver tudo embaralhado. Vai ser bem melhor", disse.
O secretário municipal de Saúde, Marcelo Bósio, destacou que o projeto vai facilitar o acesso, possibilitando que as crianças façam avaliações e consultas oftalmológicas nas próprias escolas. "Mais de 95% dos problemas de visão dos estudantes poderão ser resolvidos diretamente na escola e, graças à parceria com o Lions, disponibilizar os óculos. Essa ação é fundamental para o processo de construção de uma cidade mais justa com seus moradores. Por vezes, a dificuldade expõe um distanciamento dessas crianças da escola, e essa ação vai nos permitir um processo de inclusão para essas crianças", comentou Bósio.
O presidente da Fundação Leonística de Assistência Social do Distrito LD-3, Ignácio Pellizzaro, elogiou o fato de a Prefeitura de Canoas ajudar a concretizar o projeto no Município. "Estamos aqui pensando na próxima geração. Isso é papel de estadista, e não de político. Prefeito Jairo Jorge, parabéns por ter aceitado esse desafio. Se todos os prefeitos do Estado pensassem assim, nosso estado estaria muito melhor daqui a 20, 30 anos", falou Pelizzaro.
Também participaram do lançamento do projeto o secretário municipal de Educação, Eliezer Pacheco, o presidente do Conselho Municipal de Saúde, Mario Dhein e o presidente da Associação Beneficente de Canoas (ABC), Osório Biazus, além de representantes dos Lions Club de Canoas e secretários municipais e diretores.
O projeto:


O Projeto Olhar Brasil foi elaborado de forma conjunta pelo Ministério da Saúde e pelo Ministério da Educação. A proposta é atuar na identificação e correção de problemas de visão em alunos matriculados na rede pública de ensino da Educação Básica. A implementação do projeto visa a reduzir as taxas de evasão escolar decorrentes de dificuldades visuais, facilitar o acesso à diversidade de contextos sociais e, também, garantir melhoria na qualidade de vida desses estudantes.
A partir da identificação dos estudantes com problemas visuais, o passo seguinte é prestar assistência oftalmológica com o fornecimento de óculos, dentre outras ações, a fim de propiciar condições de saúde ocular favorável ao aprendizado do público-alvo, melhorando o rendimento escolar dos estudantes do ensino público fundamental, de forma a reduzir as taxas de evasão e repetência.
Após a triagem dos estudantes (na escola), um ônibus do Lions visita escolas municipais, com profissionais médicos do Hospital Nossa Senhora das Graças. Os estudantes passam por uma avaliação, com optometria (trabalho focado no sentido da visão, corrigindo miopias, hipermetropias, astigmatismos, visão "de perto"). Aqueles que têm indicação de uso, recebem os óculos (armação e lentes) cerca de 30 dias depois da avaliação.

Fonte: Luiz Roese Secom/PMC

Nenhum comentário:

Postar um comentário

3 anos sem Nico Fagundes

A data de hoje marca os 3 anos de falecimento do escritor e historiador tradicionalista Antônio Augusto Nico Fagundes. En la pampa de lo ...