Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

Protesto de universitários termina em conflito com a BM

Um protesto de estudantes da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos) terminou em confronto com a polícia e manifestantes detidos na noite  de ontem em São Leopoldo. Dois PMs e dois manifestantes teriam sofrido ferimentos leves.
De acordo com o 25º Batalhão de Polícia Militar (25º BPM), o conflito ocorreu por volta das 20h30 na Avenida Unisinos, nas imediações da universidade. A polícia diz que acompanhava a manifestação à distância, mas resolveu interceder para evitar pichações e atos de vandalismo.
Ainda segundo a Brigada Militar, os estudantes reagiram atirando pedras e fogos de artifício contra os policiais. No confronto, dois PMs ficaram feridos, mas sem gravidade. Dois estudantes também teriam sido levados ao Hospital Centenário com escoriações e suspeitas de fraturas.   
Três manifestantes foram detidos pela Brigada Militar e apresentados na Polícia Civil. Conforme o plantão da 1ª Delegacia de Pronto Atendimento (DPPA), entre eles está um menor, que teria arremessado uma pedra em um veículo da Brigada Militar. Os outros dois são suspeitos de atirar os foguetes contra os PMs.
Os maiores de idade prestaram depoimento e foram liberados em seguida. Eles podem ser indiciados por lesão corporal leve. Já o menor de idade aguardava na delegacia a chegada dos pais. O caso deve ser analisado pelo Departamento da Criança e do Adolescente (Deca).
Os estudantes protestavam contra o reajuste nas mensalidades da Unisinos, de 7,95%, que entrou em vigor no dia 28 de novembro. O ato reuniu cerca de 100 pessoas. Nas redes sociais, universitários relataram uma suposta truculência dos policias militares, que teriam arremessado bombas de gás e de efeito moral em direção ao grupo de manifestantes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gravatai vai solicitar apoio da Força Nacional de Segurança

O prefeito de Gravataí, Marco Alba (PMDB), vai solicitar, a presença da Força Nacional de Segurança na cidade. A decisão do prefeito leva...