Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

Nota de Repúdio do Conselho Estadual de Cultura do RS

O Conselho Estadual de Cultura – CEC/RS vem manifestar o mais amplo repúdio à declaração proferida pelo seu ex-presidente Sr. Marco Aurélio Alves no dia 13/8/2019, feita um dia antes do processo eleitoral realizado com vistas à composição da nova Câmara Diretiva do CEC/RS. A declaração contém o seguinte teor:
“Amanhã acontecem as eleições do Conselho Estadual de Cultura. Amanhã se define se o Conselho estará a serviço dos produtores, do governo e dos interesses de mercado ou se estará cumprindo seu papel constitucional de agir para que se cumpra a lei e aquilo que está previsto no Plano Estadual de Cultura. Eu confio que [...] não deixarão que interesses inescrupulosos dirijam a instituição vigilante e atuante que o Conselho vem sendo.”
Entendemos que tal declaração do Sr. Marco Aurélio Alves, ao sugerir que possa o Conselho vir a estar “a serviço dos produtores, do governo e dos interesses de mercado”, que existem “interesses inescrupulosos”, coloca em dúvida a honra de pessoas sem a menor base legal, assim atingindo os legítimos representantes da comunidade cultural gaúcha e, por consequência, o próprio Conselho Estadual de Cultura.
A manifestação, ao insinuar que parte dos conselheiros possam atentar contra as funções institucionais do próprio Conselho, torna-se ainda mais grave por ter partido de um ex-presidente, exatamente alguém que deveria zelar por esta instituição de Estado, o principal órgão de políticas culturais no Rio Grande do Sul.
Diante do exposto, o Conselho Estadual de Cultura reafirma o seu repúdio à declaração do ex-Conselheiro do CEC/RS Sr. Marco Aurélio Alves.
Porto Alegre, 20 de agosto de 2019.
Adriana Xaplin, Benhur Bortolotto, Cristiano Laerton Goldschmidt, Daniela Giovana Corso, Gabriela Kremer da Motta, Gilberto Herschdorfer, Gisele Pereira Meyer, Ivo Benfatto, Jorge Luís Stocker Júnior, José Airton Machado Ortiz, José Édil de Lima Alves, Liliana Cardoso, Rodrigues dos Santos Duarte, Luis Antonio Martins Pereira, Marcelo Restori da Cunha, Marlise Nedel Machado, Moreno Brasil Barrios, Nicolas Beidacki, Paula Simon Ribeiro, Paulo Leônidas Fernandes de Barros, Plínio José Borges Mósca, Rodrigo Adonis Barbieri, Sandra Helena Figueiredo Maciel, Vinicius Vieira e Vitor André Rolim De Mesquita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comunicado sobre a morte de Gugu Liberato de

Nesta quarta-feira, 20, o apresentador Gugu Liberato sofreu um acidente (uma queda) em sua casa em Orlando e encontra-se internado em ob...