Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

Prefeitos eleitos buscam austeridade na gestão para entregar serviços essenciais

Manter a austeridade e a transparência na gestão das contas públicas é o desafio comum aos prefeitos eleitos em três das maiores cidades do Rio Grande do Sul. Luiz Carlos Busato, de Canoas, Paula Marcarenhas, de Pelotas e Jorge Pozzobom, de Santa Maria, que estiveram  hoje no “Tá na Mesa” da Federasul, apresentaram caminhos diferentes e adaptadas à realidade de cada região, demonstraram preocupação de entregar à população das suas cidades os serviços essenciais. Priorizar a qualificação da saúde, educação e a segurança fazem parte da estratégia de cada um para alavancar o desenvolvimento econômico dos seus municípios. Eles também reconhecem que foram eleitos por causa deste discurso.
Bem sucedidos nas urnas, eles agora se envolvem na estruturação dos futuros governos que iniciam em 1º de janeiro. Com a visão alinhada de que são nas cidades que as pessoas vivem, os três defendem a ideia de que uma fatia maior na repartição de recursos deve chegar aos cofres municipais e acreditam que um novo Pacto Federativo deve ser defendido por toda a sociedade brasileira. “Sabemos que essa conquista não vai ser para os nossos mandatos. Temos que mobilizar os cidadãos e fazer com que todos compreendem a importância da mudança”, ponderou Paula.

Enxugamento :

Enquanto ela quer continuidade na administração do prefeito Eduardo Leite, que chega ao final do mandato com mais de 70% de aprovação, Pozzobom promete redução de secretarias para dar fôlego à gestão dos R$ 648 milhões orçados para 2017. Busato também vai enxugar a máquina pública e cortar 30% dos Cargos Comissionados, além disso aproveitou o público presente na Federasul para anunciar o coordenador da bancada do PTB na Assembleia Legislativa e delegado de Polícia Civil, Randolfo Vieira Jr., como o seu futuro secretário de Segurança Pública.

Para a principal cidade da Costa Doce, a prefeita eleita tem uma série de Arranjos Produtivos Locais elencados que vão desde novas perspectivas para o agronegócio, passam pela construção civil e pelo incentivo à produção de medicamentos para chegar à idealização de um parque tecnológico que busque soluções inovadoras para a cidade. “Vivemos em uma sociedade conectada que domina a informação e o setor público não consegue andar na mesma velocidade. Precisamos rever a burocratização e os entraves legais”, sugeriu.

Austeridade :

Pozzobom adiantou que a prioridade é manter a responsabilidade fiscal e que seu governo vai estar estruturado no foco, no planejamento e na coragem e determinação para executar as medidas necessárias para garantir saúde e segurança à população. “Vou atuar com respeito ao dinheiro público para manter a austeridade das contas públicas e promover o desenvolvimento econômico da cidade”, disse o prefeito eleito.
Fazer mais com menos recursos é o discurso adotado pelo Deputado Federal e futuro prefeito de Canoas, Luiz Carlos Busato. Entre as prioridades estão a realização de uma licitação transparente no transporte público com a previsão de um novo plano de mobilidade que inclua estudo para a implantação do Bus Rapid Transit (BRT). “Não acredito que o aeromóvel seja a solução para Canoas”, disse ele que também quer implantar a macrodrenagem, ampliar as vagas na educação infantil, além de reduzir a máquina pública.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Senado devolve mandato a Aécio Neves

O Senado determinou o retorno de Aécio Neves (PSDB-MG) às suas funções de parlamentar. Por 44 votos a 26, a Casa derrubou decisão do Supr...