Juramento do Jornalista

Juro exercer a função de jornalista assumindo o compromisso com a verdade e a informação. Atuarei dentro dos princípios universais de justiça e democracia, garantindo principalmente o direito do cidadão à informação. Buscarei o aprimoramento das relações humanas e sociais,através da crítica e análise da sociedade,visando um futuro mais digno e mais justo para todos os cidadãos brasileiros.

Sicredi reuniu entidades do agronegócio gaúcho para falar sobre Plano Safra 2016/2017‏

O Sicredi, instituição financeira cooperativa, realizou dia 24 de junho, o seu tradicional almoço com as entidades das cadeias produtivas do agronegócio gaúcho, órgãos estaduais e federais e representantes da agroindústria familiar, onde apresentou as estratégias, valores disponibilizados e as perspectivas do cenário econômico. “Temos que valorizar o momento positivo que o setor está vivendo. E o Sicredi também vem avançando num movimento contrário ao mercado quando registra crescimento na captação da poupança, que é o nosso grande financiador do agronegócio”, explica Gerson Seefeld, diretor executivo da Central Sicredi Sul.
O presidente da Ocergs, Vergílio Perius, salientou que na pesquisa anual do desempenho das cooperativas de todos os setores, realizada pela entidade, o Sicredi este ano, figurou novamente como destaque. “O Sicredi é um exemplo por conta do trabalho sério que realiza. Apenas na avaliação dos depósitos à prazo, cresceu mais de 23%. É impressionante, principalmente quando comparado com as demais instituições financeiras, que na média evoluíram menos da metade desse percentual”, ressalta Perius.
Seefeld lembrou que todo o esforço em se manter coeso e consistente no mercado, vem sendo reconhecido pelas agências internacionais de análise de risco de crédito. “No primeiro semestre de 2015, a Fitch elevou os ratings do Banco Cooperativo Sicredi; em fevereiro deste ano conquistamos a classificação da Moody’s. E a obtenção do rating pela Standard & Poor's já está prevista para o 2º semestre de 2016”, explica.
Este reconhecimento, avalia Seefeld, “é fruto de um engajamento em torno do cooperativismo. “O relacionamento junto aos associados, onde atuamos levando consultoria financeira; nossas ações voltadas ao crédito responsável e fomentando a educação financeira; nosso empenho em mostrar a importância do investimento no futuro com a previdência privada; e a nossa baixa inadimplência, fazem o Banco Central destacar nossa responsabilidade social para com as comunidades onde estamos presente”, exalta.
Já o presidente da Emater-RS, Clair Kuhn, abordou a capacidade que o Sicredi tem em ser um parceiro efetivo. “O nosso produtor tem que ser protegido dos ‘vendedores de crédito’. E é isso que os nossos produtores conseguem tendo o Sicredi como parceiro, pois recebem consultoria financeira e até de gestão para as suas propriedades. Por essa forma responsável de agir, é que o Sicredi foi a primeira instituição financeira que procuramos para firmar parcerias”, avaliou Kuhn.
Na pauta do encontro, também foram apresentados os números e ações de fechamento do ciclo Safra anterior (2015/2016). “O evento foi uma forma de agradecer a parceria e reafirmar o convite às entidades das cadeias produtivas do agronegócio gaúcho, órgãos estaduais e federais e representantes da agroindústria familiar, para continuarmos meios de fortalecermos – cada vez mais -, nossa parceria com a efetiva realização de ações que beneficiem as comunidades onde estamos inseridos”, afirma Seefeld.

Fonte: Kátya Desessards – Relações com Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Retomada emissão de passaportes

Após 18 dias úteis de paralisação na impressão de passaportes , a Casa da Moeda retomou hoje  o serviço .  De acordo com a Polícia...